Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/04/2015 15:04

PMA aplicou mais de R$22 mil em multas na Semana Santa

Correio do Estado

A Polícia Militar Ambiental encerrou hoje (6) às 08h00min, a Operação Semana Santa, que contou com efetivo de 280 homens. Devido ao feriado prolongado, o foco da fiscalização foi prevenir a pesca predatória, em virtude de o número de turistas de fora, e do Estado aumentar significativamente nos rios neste período. Foram 26 autuados e as multas aplicadas passam de R$22 mil.


Foram também desenvolvidas barreiras e combate ao desmatamento, poluição, extração ilegal de madeira, carvoarias irregulares e outros crimes ambientais contra a flora e fauna, com visitas às propriedades rurais. Equipes da sede (Campo Grande) trabalharam itinerantes, em fiscalização no rio Paraguai, Anhanduí, Pardo, Apa, Aquidauana, Miranda, Piquiri, Correntes, Taquari e Coxim, bem como por terra fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais.
A intensificação da fiscalização contra a pesca predatória demonstrou que realmente precisava ter sido o foco, pois foram 26 ocorrências relativas à pesca. À exceção de dois presos por lesões corporais, todas as infrações foram relativas à pesca. De 26 autuados por este tipo de infração, 10 pessoas foram presas por pesca predatória e 16 foram autuadas por pescar sem licença.


Os números de autuados foram maiores à operação passada (26 e 18 na passada). Porém, a quantidade de pescado apreendida foi quase cinco vezes menor do que na operação passada. Foram 50 kg contra 249 kg da operação passada.
Com relação aos petrechos de pesca proibidos as apreensões foram dentro do esperado. As multas aplicadas nesta operação foram no valor total R$ 22.280,00 contra R$ 165.596,00. Essa diferença foi devido às ocorrências terem sido todas relativas à pesca, que preveem multas menores, com relação algumas outras infrações ambientais. Os tipos de ocorrências como poluição, desmatamento, extração ilegal de madeira, incêndio e transporte ilegal de produto perigoso, que preveem multas mais altas explicam as multas altas em algumas operações anteriores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)