Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/05/2015 15:45

PM vai cobrar reajuste na justiça e quer salário de R$ 7 mil até 2018

Campo Grande News

A PM (Polícia Militar) e bombeiros vão à justiça para cobrar reajuste correspondente à inflação e prosseguem no dia 8 de junho negociação com o governo do Estado na tentativa de implantar uma política salarial até 2018. A proposta é que em quatro anos o salário inicial de um soldado passe dos atuais R$ 3.050 para R$ 7.013.

De acordo com o presidente da ACS/MS (Associação de Cabos e Soldados), Edmar Soares da Silva, a proposta para correção de distorções salariais já foi apresentado à administração estadual. O estudo prevê que a menor remuneração na carreira seja sempre 25% do teto.

Durante a assembleia realizada hoje no auditório da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação), em Campo Grande, a categoria não discutiu aquartelamento. “Tem reunião no dia 8 e fizeram a opção de construir uma política de distorção com o Executivo. Autorizaram que aproveitasse a porta aberta”, afirma Edmar.

Quanto ao reajuste de 2015, os cabos e soldados querem os 8,12% relativo à inflação. O governo informa que o aumento de maio de 2015 foi antecipado em dezembro de 2014.

“Não aceitamos e não concordamos. Vamos entrar na Justiça para discutir o texto da lei. Uma ação para aplicar o índice inflacionário”, diz o presidente da ACS. São mais de 3.200 cabos e soldados.

A categoria ainda propôs calendário para preenchimento de vagas de praças, fixação de efetivo em lei com aumento de vagas, promoção requerida ao completar 30 anos de efetivo serviço e implantação do serviço extraordinário remunerado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)