Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Março de 2017

Últimas Notícias

05/03/2008 14:48

Plenário do STF começa a julgar uso de células-tronco

Luana Lourenço/ABr

Brasília - O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) iniciou, há pouco, a sessão de julgamento da ação direta de inconstitucionalidade (Adin) que questiona o artigo da Lei de Biossegurança que regulamenta a pesquisa com células-tronco de embriões congelados há mais de três anos. Neste momento, o ministro Carlos Ayres Brito lê seu relatório.

De acordo com com a assessoria do STF, após a leitura do relatório, a fase de sustentação oral na tribuna deve começar com o procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, seguido do representante da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A Procuradoria Geral da República e a CNBB defendem a tese contrária à utilização dos embriões, posicionando-se pela inconstitucionalidade da lei.

Em seguida, falam o advogado-geral da União, José Antonio Dias Toffoli, e o advogado do Congresso Nacional. As entidades favoráveis às pesquisas – Conectas Direitos Humanos, Centro de Direitos Humanos (CDH), Movimento em Prol da Vida (Movitae) e o Instituto de Bioética, Direitos Humanos e Gênero (Anis) poderão dividir um tempo de 30 minutos para apresentar seus argumentos aos ministros

O ministro-relator, Carlos Carlos Ayres Britto, já adiantou que seu voto tem cerca de 80 páginas, cuja leitura deve levar aproximadamente uma hora e meia.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Março de 2017
Quarta, 22 de Março de 2017
21:53
Cassilândia
20:41
Loteria
Terça, 21 de Março de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)