Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/03/2013 19:03

Plantio de florestas contribui com alta de 16% no abate de bovinos em MS

Nícholas Vasconcelos, Campo Grande News

 avanço do plantio de florestas é um dos fatores que podem ter contribuído para o aumento de 16% no abate de bovinos em Mato Grosso do Sul no mês de fevereiro. A avaliação é da assessora técnica do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Adriana Mascarenhas.

De acordo com o informativo Casa Rural, baseado nos dados da SFA (Superintendência Federal de Agricultura), em fevereiro foram abatidos 334 mil bovinos no Estado em fevereiro, enquanto no mesmo período do ano passado foram 287 mil animais.

Adriana explica que são vários os fatores6% que contribuem para a elevação, entre eles a mudança na matriz econômica de Mato Grosso do Sul. Regiões tradicionalmente destinadas somente à pecuária, como a Leste e Nordeste do Estado, estão se voltando para a Silvicultura.

“A partir do momento em que o produtor diversifica a produção a tendência é descartar os animais com menor produtividade”, avalia. Essa diversificação vem da integração Lavoura-Pecuária-Floresta.

Para ela, com esta integração o produtor rural dá mais valor a terra e pode utilizá-la da melhor maneira para obter melhores resultados financeiros.

O levantamento mostra que o total abatido em fevereiro é 11% menor que os 381 mil abatidos em janeiro de 2013.
Com relação ao mercado externo, números da Secex (Secretaria de Comércio Exterior) mostram que em fevereiro o

Estado comercializou 9,3 mil toneladas, um aumento de 45% na comparação ao primeiro mês do ano quando foram vendidas 6,5 mil toneladas.

MS passou a comercializar carne com 26 compradores, enquanto no mês anterior eram 23, e permaneceu como o 4º maior exportador brasileiro de carnes,atrás de SP, GO e MT.

A Rússia continua sendo o principal comprador da carne bovina in natura do MS, com 3,163 mil toneladas, respondendo por 33,75% das exportações Estado.

olha como é os figorifico consegue vender muito mais e não paga mais cada lugar que vende eles fatura mais e o pequarista esta afundando e o eucalipiton tomando de conta do mundo o dia que um contrato deses naõ forão pago eu quero ver muitos chorar de arepedimento e dizer eu queria ter minha fazenda de volta ai???
 
Aparecido fernandes da rocha em 29/03/2013 06:47:27
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)