Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/04/2014 11:00

Plano de saúde deverá cobrir fonoaudiólogo sem limitação

TJMS

O juiz titular da 8ª Vara Cível de Campo Grande, Ariovaldo Nantes Corrêa, julgou procedente o pedido ajuizado por um menor, representado por sua mãe, contra um plano de saúde, condenado a cobrir as despesas do tratamento de fonoaudiologia feito pelo autor.

O autor narra nos autos que firmou contrato com a ré no dia 28 de fevereiro de 2011 e, desde o mês de abril de 2012, recebe atendimento fonoaudiológico em sessões autorizadas pelo plano de saúde, em razão de um transtorno específico do desenvolvimento da fala e da linguagem.

No entanto, alega que recebeu recomendação médica para continuar o tratamento por tempo indeterminado, mas o réu negou o atendimento e informou que tal tratamento não se enquadra nos critérios de exigências previstos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar.

Assim, argumenta que o plano de saúde não pode se desvincular de sua obrigação e negar as sessões de fonoterapia. Desse modo, pede a condenação do plano a autorizar a imediata realização do tratamento.

Em contestação, o réu defende que não há ilegalidade na limitação das sessões de fonoterapia, pois os limites são expressamente previstos pela Agência Nacional de Saúde e no contrato firmado entre as partes.

Acrescenta que a cobertura obrigatória é de no mínimo seis consultas e sessões de fonoaudiologia por ano de contrato. Por fim, afirma que, após analisar a solicitação médica, são levados em conta o diagnóstico e o número de sessões autorizadas por ano de contrato e que recebeu solicitação de autorização de 10 sessões e ainda autorizou mais 24, o que mostra que autorizou as sessões de fonoterapia solicitadas.

Para o juiz, “como é cediço, a cláusula limitativa não pode impedir que o requerente receba o tratamento mais adequado, pois a orientação terapêutica cabe ao médico e não ao plano de saúde, o que está de acordo com recente precedente do Superior Tribunal de Justiça. Não se admite a limitação de cobertura para restringir o número de sessões de fonoaudiologia quando é necessário para a recuperação do estado de saúde do requerente”.

O magistrado concluiu que “como há cobertura para o tratamento fonoaudiológico, não se justifica a recusa da requerida em autorizar as sessões por tempo indeterminado indicadas pelo médico. Ademais, é preciso ter em conta que a limitação do fornecimento dos meios necessários à recuperação da saúde fere o direito fundamental à vida previsto na Constituição Federal que deve prevalecer sobre qualquer outro. Sem cabimento, portanto, a recusa da requerida em custear o tratamento fonoaudiológico indicado ao requerente”.

Processo nº 0048255-59.2012.8.12.0001

Autor da notícia: Secretaria de Comunicação Social - imprensa@tjms.jus.br

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)