Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/01/2015 20:19

Piso nacional do magistério pode subir até 14% e beneficiar 28 mil em MS

Edivaldo Bittencourt, Campo Grande News

O Ministério da Educação deve anunciar na quarta-feira reajuste de 12% a 14% no piso nacional da educação, segundo nota do jornal Folha de S.Paulo deste sábado. O aumento, que deve elevar o valor de R$ 1.697 para cerca de R$ 1,9 mil, será quase o dobro da inflação e vai beneficiar 28 mil professores em Mato Grosso do Sul.

O novo piso será anunciado pelo ministro da Educação, Cid Gomes, que assumiu ontem. Durante o discurso de posse, a presidente Dilma Rousseff (PT) anunciou que a educação será prioridade da nova gestão e até virou lema: "pátria educadora".

O reajuste vai causar impacto direto na conta dos municípios e do Estado, que são obrigados a pagar o piso nacional. Em Campo Grande, que será a primeira cidade brasileira a pagar o piso para a jornada de 20 horas neste ano, o aumento deve forçar novo reajuste nos salários dos 5 mil profissionais da educação básica.

No ano passado, após greve e protestos, o prefeito Gilmar Olarte (PP) conseguiu se impor e dividiu em quatro parcelas o reajuste de 8,46% previsto em lei aprovada em 2012. Ele alegou falta de recursos para conceder o reajuste na integra.

Outro problema será para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) que começa a cumprir neste mês o acordo firmado pelo antecessor, André Puccinelli (PMDB), com a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação. A proposta é chegar ao piso nacional para 20 horas em 2018.

O reajuste no piso vai contemplar 28 mil professores no Estado, segundo levantamento do Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)