Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/04/2005 06:42

Picarelli apresentou ‘Universidade Indígena’ para MS

João Humberto

O Governo do Estado já pode instalar a Universidade Indígena em Mato Grosso do Sul. É o que determina o decreto legislativo 310, publicado em Diário Oficial no dia 1º de junho de 2001, de autoria do deputado estadual Maurício Picarelli (PTB). No Dia do Índio, comemorado nesta terça-feira (19), mesmo sem ter muito que festejar, os índios continuam sucumbidos a uma classe inferior, fator este que impede muitos de cursarem uma faculdade, ou sequer, colocar os pés em uma sala de aula.


A intenção do petebista, ao elaborar o decreto, era justamente propiciar melhores condições para o ingresso dos índios às universidades, visto que, “não podemos esperar que esses cidadãos estejam competindo, em iguais condições, com os demais candidatos ao concurso vestibular”.

Na matéria consta que a criação da universidade seria no âmbito da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), sendo que, esta universidade proporcionaria um ensino diferenciado a esses cidadãos, que, em razão de sua cultura e tradições, poderiam encontrar dificuldades em uma universidade comum. “Como é um decreto legislativo, cabe ao Governo criar ou não”, alega Picarelli.

Os custos para a nova instalação ficam a cargo do Estado, bem como as despesas com contratação de pessoal. Como o decreto foi publicado em 2001, no ano seguinte a proposta deveria ser cumprida, mas não foi.

“Minha preocupação com os índios não é recente e idéias e projetos nós temos de monte, contudo, cabe ao Governo executar. Avaliando o Dia do Índio, vejo que o cenário é preocupante, mas estamos nos mobilizando para garantir uma mudança neste quadro crítico”, conclui Maurício Picarelli.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)