Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

22/10/2017 17:00

PIB Verde vira lei e vai medir o tamanho do patrimônio ecológico do Brasil

Agência Câmara Notícias

A proposta (PL 2900/11) que cria o Produto Interno Verde (PIV) foi sancionada nesta quarta-feira (18) pelo presidente Michel Temer, com um pequeno veto.

Pela nova lei (13.493/17), o PIV será calculado anualmente pelo IBGE, mesmo órgão responsável pela medição do PIB, o Produto Interno Bruto, principal indicador da economia brasileira. Além dos critérios e dados tradicionalmente utilizados nessas medições, o PIV ou PIB Verde deverá levar em conta o patrimônio ecológico nacional. 

A metodologia de cálculo ainda será desenvolvida pelo IBGE, após ampla discussão com a sociedade e outras instituições públicas, mas deverá ser convergente com sistemas de contas econômicas ambientais adotadas em outros países.

Autor do projeto que originou a lei, o deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) avaliou que o PIB Verde vai mostrar o tamanho do “complexo ambiental brasileiro”, além de orientar políticas e investimentos públicos.

“É muito relevante para o futuro do meio ambiente no Brasil. Estatísticas são sempre úteis para que a gente possa traçar diretrizes, avaliar programas e obter metas”, afirmou o autor. “Quando se estabelece que, ao lado do PIB normal da economia, teremos anualmente o PIB Verde - ou seja, o tamanho dos ativos ambientais do Brasil -, isso tudo vai ajudar o País a monitorar, com mais clareza e capacidade, todo esse acervo que é um patrimônio das futuras gerações”, acrescentou.

O parlamentar disse acreditar que o novo índice também terá reflexo positivo nas ações de conscientização ambiental e de desenvolvimento econômico sustentável.

COP 23
Apesar de a tramitação da proposta no Congresso ter durado quase sete anos, Otavio Leite comemora o fato de a sanção ter ocorrido às vésperas da COP 23, a nova Conferência do Clima organizada pela ONU e prevista para novembro (6 a 17), em Bonn, na Alemanha.

“A medida demonstra às outras nações que o País está dando um passo importante para fazer do meio ambiente algo prioritário no cotidiano das pessoas, nas ações dos governos e na preocupação da sociedade como um todo”, apontou.

Veto
Ao sancionar a matéria, Temer seguiu a recomendação dos ministérios do Meio Ambiente; da Fazenda; e do Planejamento e vetou a previsão de que o PIB Verde levasse em consideração o Índice de Riqueza Inclusiva, elaborado pela ONU.

Os técnicos do Executivo argumentaram que esse índice é “sintético”, ou seja, combina variáveis nem sempre compatíveis e, portanto, não deve ser usado em estatísticas oficiais.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:
PL-2900/2011

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 24 de Novembro de 2017
Quinta, 23 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)