Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/07/2009 17:01

PF prende nigerianos tentando aplicar golpe da herança

Fernanda França, Campo Grande News

A Polícia Federal prendeu na manhã de sábado os nigerianos Gibsen Ozue Ezike e Sunny Lawence Prince Otampu, que tentariam aplicar o golpe da “falsa herança” em um empresário de Campo Grande.

As investigações foram iniciadas com informações fornecidas pelo próprio empresário. Desde o início do ano, ele diz ser vítima de uma quadrilha internacional de estelionatários com ramificações na Nigéria, Costa do Marfim e Senegal.

O grupo induziu o empresário a efetuar diversos depósitos em agências bancárias no exterior com a falsa promessa de que receberia uma herança de uma pessoa muito rica, que se encontrava em estágio terminal e sem herdeiros.

Segundo o empresário de Campo Grande, todos bens seriam para ele destinar a causas assistenciais, humanitárias e entidades com fins filantrópicos, escolhidas por ele.

A vítima teria sido lesada durante sete meses. O empresário efetuou depósitos e remessas ao exterior, somando cerca 25 mil dólares.

Os dois nigerianos chegaram a Campo Grande na quinta-feira da semana passada, vindos de São Paulo, e se instalaram em um hotel da Capital. Um deles dizia ser “agente diplomático” e o outro, empresário internacional.

No primeiro contato pessoal com o empresário campo-grandense, os nigerianos receberiam 50 mil dólares. Com este dinheiro, o negócio seria finalmente concretizado, e a herança repassada.

Com as informações fornecidas, a Polícia Federal passou a acompanhar o caso e acabou prendendo os nigerianos no momento do encontro com o empresário, que teve seu nome preservado.

A tal “herança” estava guardada em um cofre, que na verdade tinha pacotes com papel de boa qualidade que seria tranformado em dólares falsos, duplicados através de processo químico.

A PF instaurou inquérito para apurar toda a extensão da atuação da quadrilha no Brasil e no exterior.

A dupla de africanos, que se encontra em situação irregular no País, foi presa preventivamente pela prática de crime de estelionato. Eles estão no setor de contenção da Polícia Federal, em Campo Grande, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)