Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/09/2006 07:22

PF prende 39 integrantes de quadrilha de assalto a banco

Roberta Lopes/ABr

A Polícia Federal desarticulou uma das maiores quadrilhas de assalto a banco do país. Até agora, 39 pessoas foram presas pela Operação Toupeira realizada no Rio Grande do Sul e em outros estados. A quadrilha é especializada em assaltos a banco e a grandes empresas de segurança bancária. Todos foram presos em flagrante enquanto escavavam um túnel para assaltar dois bancos de Porto Alegre.

O túnel começava sob um prédio alugado pelos criminosos e estava planejado para ter 85 metros até as agências do Banisul e da Caixa Econômica Federal. A estimativa dos policiais é que em duas semanas o túnel ficaria pronto. Segundo a Polícia Federal, a quadrilha é a mesma que realizou em agosto de 2005 o roubo ao Banco Central em Fortaleza, o maior assalto da história do país. E, de acordo com o coordenador de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal, Getúlio Bezerra, as pessoas presas fazem parte da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que atua em São Paulo.

“A própria inteligência de São Paulo e de Brasília já tem conhecimento de que eles são simpatizantes e fazem parte da facção criminosa PCC. E entre eles mesmo já é fato sabido. Eles trabalham para a facção. Agora vamos perseguir o dinheiro e as evidencias. Certamente vamos ter a contabilidade num segundo momento”, relata Bezerra.

A Operação possui, com autorização judicial, 86 mandados de busca e apreensão em sítios, casas e escritórios. Até o momento já foram apreendidos 17 bens, entre carros e imóveis que pertenciam aos criminosos, provavelmente comprados com dinheiro dos roubos.

Segundo a Polícia Federal, a operação já funcionava há mais de 380 dias, desde o assalto de Fortaleza. “Todos eles são profissionais, quase todos têm antecedentes criminais”, resume Bezerra. “Já tínhamos os nomes dos envolvidos e tínhamos um certo controle sobre eles. Mas estávamos esperando o momento em que eles começariam a gastar o dinheiro. Eles se movimentaram e, inclusive, estavam atuando criminosamente o que facilitou muito nosso trabalho.”

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)