Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

19/05/2007 10:37

PF libera mais dois acusados na Operação Navalha

Alex Rodrigues/Agência Brasil

Brasília - Mais dois dos 46 presos pela Operação Navalha, realizada na quinta-feira (17) pela Polícia Federal (PF), deixaram a Superintendência da PF, em Brasília, na noite de sexta-feira (18).

Após a revogação da prisão do ex-deputado federal pelo Sergipe José Ivan de Carvalho Paixão e do secretário de Infra-Estrutura do Maranhão, Ney Barros Bello, caiu para 43 o número dos que permanecem detidos na carceragem.

De acordo com o advogado de Paixão, Emanuel Cacho, o ex-deputado regressaria ainda ontem para Ribeirão Preto (SP). Durante o final de semana, Paixão fará duas provas do curso de especialização cardiovascular, que freqüenta no campus local da Universidade de São Paulo (USP).

A defesa de Bello, por sua vez, teria alegado razões de saúde para pedir a liberação de seu cliente.

No início da tarde de sexta-feira, a ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon, deferiu o pedido de liberdade provisória do conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe, Flávio Conceição Oliveira Neto, solto logo após a chegada do funcionário da Construtora Gautama, Henrique Garcia Araújo, à Superintendência da PF, em Brasília. Araújo foi preso ao desembarcar no Aeroporto de Guarulhos (SP) de um vôo vindo dos Estados Unidos.

A Construtora Gautama é suspeita de liderar o esquema que fraudava licitações em obras públicas que recebiam recursos federais.

Os três acusados soltos ontem devem prestar depoimento no STJ na segunda-feira (21). O tribunal também julgou o pedido de habeas corpus apresentado em favor do deputado distrital Pedro Passos (PMDB), que continua preso na superintendência.

O ministro Paulo Gallotti, do STJ, determinou que cabe ao Supremo Tribunal Federal (STF) a decisão sobre o pedido de liberação do parlamentar.






Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Sexta, 25 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)