Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

14/11/2017 08:30

PF faz operação e principal alvo é ex-governador André Puccinelli

Bruna Kaspary e Viviane Oliveira - Campo Grande News

A Polícia Federal esteve no início desta manhã na casa do ex-governador André Puccinelli (PMDB) para cumprir a quinta fase da Operação Lama Asfáltica, chamada de Papiros de Lama. Conforme apurado pelo Campo Grande News, a ação é para cumprir mandado de prisão preventiva contra o ex-chefe do Executivo estadual.

Policiais federais chegaram por volta das 6h na casa de Puccinelli, saíram em busca de testemunhas e acabam de voltar ao local. Ao todo estão no edifício, que fica na rua Euclides da Cunha, uma viatura caracterizada e duas não identificadas da PF e uma da Receita Federal.

Conforme a PF, a operação tem como alvo uma organização criminosa que teria causado R$ 235 milhões em prejuízos aos cofres públicos.

Ainda segundo a Polícia Federal, estão sendo cumpridos dois mandados de prisão preventiva - o outro seria contra o filho de Puccinelli, André Puccinelli Junior, conforme apurou a reportagem. Policiais federais também cumprem dois mandados de prisão temporária, seis de condução coercitiva, 24 mandados de busca e apreensão, além do sequestro de valores nas contas bancárias de pessoas físicas e empresas investigadas.

As medidas estão sendo cumpridas em Campo Grande, Nioaque, Aquidauana e São Paulo (SP), com a participação de mais de 300 policiais federais, servidores da CGU (Controladoria Geral da União) e servidores da Receita Federal.

Na fase anterior, André Puccinelli também tinha sido alvo da operação, quando foram tomadas medidas protetivas diversas à prisão. Na ocasião foi arbitrada uma fiança de R$ 1 milhão e estipulado o uso de tornozeleira eletrônica para monitoramento do ex-governador.

Lama Asfáltica – A quarta fase da Operação Lama Asfáltica foi deflagrada no dia 11 de maio. A Polícia Federal saiu às ruas de Campo Grande e mais cinco cidades para prender três pessoas, levar outras nove para depor e vasculhar 32 endereços em busca de provas contra organização criminosa investigada por desvio de dinheiro público.

A Lama Asfáltica, deflagrada em 2015 com base em investigações que começaram em 2013 e sobre o período de 2011 a 2014, apurou que a organização criminosa causou prejuízo de aproximadamente R$ 150 milhões aos cofres públicos, por meio de fraudes de licitações, desvio e lavagem de dinheiro.

A quarta etapa da operação foi batizada de Máquinas de Lama porque investigadores apuraram que parte dos pagamentos de propina eram feitos por meio do aluguel de maquinário. Outras fases foram nomeadas Fazendas de Lama e Aviões de Lama.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)