Cassilândia, Domingo, 15 de Dezembro de 2019

Últimas Notícias

04/12/2019 11:30

PF desarticula esquema de extração ilegal de aroeira em reserva indígena no MT

Polícia Federal
PF desarticula esquema de extração ilegal de aroeira em reserva indígena no MT

CÁCERES/MT - A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 04/12, a operação Ibyrá, para combater a ação de uma organização criminosa que atuava no processo de extração ilegal de aroeira na região da Terra Indígena Sararé. A reserva fica localizada no município de Conquista D’Oeste-MT, a cerca de 538 km de Cuiabá/MT.

Cerca de 65 policiais federais cumprem 25 ordens judiciais expedidos pela Justiça Federal de Cáceres-MT, dentre as quais constam 12 mandados de prisão e 13 mandados de busca e apreensão nas cidades de Nova Lacerda/MT e Conquista D’Oeste/MT.

De acordo com o que foi apurado, a PF detectou a participação de lideranças indígenas na estrutura da organização, uma vez que os índios envolvidos permitiam a exploração da reserva em troca de pagamentos periódicos ou outros benefícios. Na operação estão sendo presos indígenas, madeireiros, e uma grande propriedade rural está sendo arrestada (apreendida judicialmente) por ter adquirida madeira oriunda da reserva indígena.

A investigação teve início no ano de 2017, a partir de uma prisão em flagrante realizada em uma ação de fiscalização de Terra Indígena. Tais fiscalizações visavam coibir a prática de crimes ambientais no interior das reservas e são coordenadas pela FUNAI, contando com o apoio do IBAMA e de forças policiais.

No período da investigação, foram apreendidas mais de 1200 lascas de aroeira avaliadas em mais de 50 mil reais. A operação visa também identificar outras pessoas responsáveis pela aquisição da aroeira, as quais serão indiciadas pelo crime ambiental e pela organização criminosa, bem como os imóveis serão apreendidos para ressarcimento ambiental. O foco da exploração ambiental investigada na operação foi a extração da aroeira, espécie que tem o corte proibido em floresta primária desde 1991, por uma portaria normativa expedida pelo IBAMA.

Os presos estão sendo conduzidos até a Delegacia de Polícia Federal, em Cáceres, onde serão ouvidos e encaminhados à cadeia local permanecendo à disposição da Justiça.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 15 de Dezembro de 2019
10:44
Cassilândia
Sábado, 14 de Dezembro de 2019
09:00
Santo do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)