Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/07/2009 16:22

PF desarticula esquema de contrabando e corrupção

Ivy Farias , Agência Brasil

São Paulo - A Polícia Federal (PF) desbaratou hoje (29) uma organização criminosa especializada em contrabando que agia em quatro estados: São Paulo, Rondônia, Espírito Santo e Mato Grosso. O grupo criou empresas de importação de fachada com a ajuda de auditores fiscais, que receberam propina para registrar as firmas nos sistemas de controle de comércio exterior da Receita Federal.

Apoiada pela Receita Federal, a PF cumpriu 25 mandados de prisão e 56 de busca e apreensão na Operação Ártico. Em nota, PF informou que mais de 260 policiais participaram da operação para desmembrar a organização, que causou prejuízo aos cofres públicos de centenas de milhões de reais.


De acordo com a nota, a organização contava com diversas pessoas físicas e jurídicas, que eram usadas com dois objetivos: justitificar a renda e e ocupação dos criminosos e lavar dinheiro, sonegar impostos e contrabandear mercadorias.

A organização usava todo um esquema que tinha desde fiscais da Receita a despachantes aduaneiros envolvidos na importação de mercadorias estrangeiras. Os compradores desses produtos usavam a organização para ocultar das autoridades alfandegárias sua condição de importadores.




Edição: Nádia Franco

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)