Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/05/2008 13:02

Petrobras vai destinar R$ 27,5 milhões a projetos

Petrobras

Setenta e dois projetos sociais, distribuídos por todos os estados brasileiros, vão receber da Petrobras o montante de R$ 27,5 milhões, em 2008, para desenvolver iniciativas que contemplem uma das três linhas de atuação: Geração de Renda e Oportunidade de Trabalho; Educação para a Qualificação Profissional, e Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O anúncio dos projetos sociais contemplados com patrocínio, nessa primeira seleção pública do Programa Desenvolvimento & Cidadania Petrobras, foi feito hoje (sexta-feira, 30 de maio). No total, 6.485 projetos foram inscritos na seleção pública. A escolha dos 72 projetos finalistas se estendeu de fevereiro a maio deste ano e envolveu 140 avaliadores, que foram distribuídos pelas diversas etapas de análise: Triagem Técnica, Avaliação Econômica, Comissão de Seleção e Conselho Deliberativo.

A distribuição territorial dos projetos contemplou de forma equilibrada as cinco regiões brasileiras. O Nordeste terá 25 projetos patrocinados (o equivalente a 34,7%), com recursos da ordem de R$ 9,1 milhões (33,2%). Os 18 projetos do Sudeste (25% do total), receberão R$ 6,7 milhões (24,4%). No Sul, os 10 projetos escolhidos (13,9%) vão absorver R$ 3,2 milhões (11,8%). Na região Norte, são nove projetos (12,5%), totalizando R$ 4 milhões (14,7%). Já os seis projetos dos estados do Centro-Oeste (8,3%) vão ficar com recursos da ordem de R$ 2 milhões (7,6%).

Dados do Programa

O Programa Desenvolvimento & Cidadania Petrobras vai investir R$ 1,2 bilhão no período de 2007 a 2012. Tem como meta atender quatro milhões de pessoas diretamente e 14 milhões indiretamente em todo o Brasil e pretende alcançar, ainda, com ações de comunicação e difusão da cidadania, outros 27 milhões de pessoas.

O Programa inaugura uma nova fase na gestão do investimento social da Companhia. Estabelece um conjunto de indicadores e metas de desempenho para integrar o monitoramento das ações e a avaliação dos resultados em todo o território nacional. Segundo o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, "este é o grande diferencial apresentado pelo Desenvolvimento & Cidadania Petrobras, ao oferecer uma maior eficiência na implantação de projetos, na mensuração de desempenho e na gestão com base na estratégia corporativa".

Entre as inovações, está a ampliação de representantes da sociedade civil: quatro jornalistas participaram de etapas distintas da avaliação dos projetos. Outra novidade foi oferecer, além das oficinas itinerantes da caravana presencial em todos os estados, a opção das caravanas virtuais, que registraram oito mil atendimentos para esclarecimento de dúvidas sobre o processo.

Entre as exigências que foram contempladas na avaliação, está a seleção de pelo menos dois projetos em cada um dos estados da região do Semi-Árido, que atendam às demandas da região. Projetos que reaplicam tecnologias sociais mapeadas pela Rede de Tecnologia Social foram considerados com prioridade nas situações de empate técnico, em todas as fases do processo seletivo.

Banco de Projetos

A seleção pública do programa Desenvolvimento & Cidadania Petrobras também dirigiu para o Banco de Projetos 57 iniciativas que foram qualificadas no processo, mas que, pela restrição orçamentária do programa, não foram incluídas entre os contemplados.

Esse Banco é composto pelos projetos inscritos na Seleção Pública e selecionados pela Comissão de Seleção, mas que, em razão do limite de recursos, não puderam ser apoiados. Eles serão apresentados às empresas parceiras da Petrobras, clientes, fornecedores e demais atores que integram sua cadeia produtiva. Esses projetos receberão um selo comprovando sua qualidade técnica, pertinência e adequação com alto potencial de gerar resultados transformadores e impactos sociais nas comunidades mais vulneráveis do Brasil.

Conteúdo

O lançamento do Programa Desenvolvimento & Cidadania Petrobras é resultado de um conjunto de esforços. Elaborado com a participação de membros de diferentes áreas da Petrobras, representantes da sociedade civil e do governo, o conteúdo do Programa reflete o compromisso da empresa em contribuir para a redução da pobreza e das desigualdades nas comunidades em que está presente, colaborando para o fortalecimento de políticas públicas na área social.

Formulado em alinhamento ao Plano Estratégico 2012 e considerando o mesmo horizonte de tempo do Plano de Negócios da Companhia, esse programa confirma a determinação da Petrobras em aliar seu crescimento ao desenvolvimento sustentável.

O Programa pretende contribuir para o desenvolvimento local, regional e nacional, gerando a inserção social, digna e produtiva, de pessoas e grupos que vivem em risco ou em desvantagem social no País, reduzindo a pobreza e a desigualdade.

Investimentos desde 2003

O Programa Petrobras Fome Zero deu início à política da Petrobras de destinar recursos, via seleção pública, a iniciativas da sociedade que promovam o desenvolvimento com igualdade de oportunidades e valorização das potencialidades locais. De 2003 a 2006, via Programa Petrobras Fome Zero, foram investidos mais de R$ 395 milhões em 1.751 projetos sociais em todos os estados brasileiros, com foco nas seguintes linhas de atuação: garantia dos direitos da criança e do adolescente; educação e qualificação profissional de jovens e adultos, geração de emprego e renda, empreendimentos sociais e voluntariado.

Em seus três primeiros anos, o Programa Petrobras Fome Zero promoveu mais de 15 mil parcerias com diversos atores da sociedade civil, entre eles ONGs, órgãos governamentais e instituições acadêmicas, fomentando uma atuação integrada com vistas ao desenvolvimento com cidadania, e atendendo mais de 10 milhões de pessoas.

Dados gerais - Setembro de 2003 a 2006:

. Nº de projetos - 1.656;
. Parcerias firmadas - 15.092;
. Nº de pessoas atendidas diretamente - 2.548.579;
. Nº de pessoas atendidas indiretamente - 8.187.165;
. Investimentos - R$ 395.850.404,44.


ACESSE www.agenciapetrobrasdenoticias.com.br

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)