Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/05/2005 15:43

Petistas intensificam reuniões para discutir CPI

Fabiana Silvestre / Campo Grande News

Os líderes petistas na Câmara Federal e no Senado estão intensificando as reuniões para discutir a estratégia de atuação na CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) para apurar denúncias de corrupção na Empresa de Correios e Telégrafos.
O líder do partido no Senado, Delcídio do Amaral, convocou reunião para a segunda-feira (30), às 18h, com os demais 12 senadores do partido. No mesmo dia, os 92 deputados do partido também devem se reunir, segundo informa o deputado Antônio Carlos Biffi.
Novo encontro, desta vez entre deputados e senadores, já está agendado para terça-feira (1º). Além de definir a estratégia de atuação, os parlamentares devem discutir a indicação dos nomes para compor a comissão.
“Como temos a maior bancada na Casa, devemos indicar o relator ou presidente da comissão. Ou os dois”, afirma Biffi.
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), deve enviar nesta sexta-feira ofício aos líderes solicitando a indicação dos integrantes da comissão.
A CPMI foi criada após a confirmação, à meia-noite de quarta-feira (25), das assinaturas de 236 deputados e de 52 senadores. Para que a comissão fosse estabelecida, seriam necessários 171 deputados e 27 senadores, que representam um terço da composição de cada uma das duas Casas do Congresso Nacional.
Após a conferência das assinaturas, verificou-se que 31 deputados retiraram seu apoio à criação da CPMI até a meia-noite de quarta-feira. Mesmo assim, a instauração da comissão foi apoiada por 65 deputados a mais do que o mínimo necessário. No Senado, não houve retirada de apoio. Às 51 assinaturas que já haviam sido coletadas, foi acrescida a do senador Eduardo Suplicy (PT-SP).
Uma vez instalados os trabalhos, a comissão disporá do prazo de 180 dias para apurar o que o requerimento de sua criação definiu como "responsabilidades pelos atos delituosos" que teriam sido praticados por "agentes públicos" nos Correios.
As indicações partidárias são pré-condição para a instalação da CPMI. Caso algum partido ou bloco partidário não apresente suas indicações, os integrantes da comissão ligados a este partido ou bloco poderão ser nomeados diretamente pelo presidente do Senado, segundo determina o parágrafo primeiro do artigo 9 do Regimento Comum do Congresso Nacional. O dispositivo não cita, porém, prazo para que a indicação seja feita pelas lideranças. Com informações da agência de notícias do Senado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)