Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/02/2016 18:00

Pesquisadores destacam o ‘marco zero’ do Alzheimer

EPharma Notícias

Uma região crítica mas vulnerável no cérebro parece ser o primeiro lugar afetado pelo início tardio da doença de Alzheimer e pode ser mais importante para a manutenção da função cognitiva na terceira idade do que anteriormente estimado, de acordo com uma nova revisão da literatura científica.

O “locus coeruleus” é uma parte pequena e azulada do tronco cerebral que libera noradrenalina, um neurotransmissor responsável pela regulação do ritmo cardíaco, atenção, memória e cognição. Suas células, ou neurônios, enviam axônios — ramos nervosos — para grande parte do cérebro e ajudam a regular a atividade dos vasos sanguíneos. Sua alta interconectividade pode tornar a região mais suscetível aos efeitos de toxinas e infecções, em comparação com outras regiões do cérebro, disse Mara Mather, principal autora do estudo “The Locus Coeruleus: Essential for Maintaining Cognitive Function and the Aging Brain”, publicado em “Trends in Cognitive Sciences” nesta terça-feira.

Mara, professora de gerontologia e psicologia na University of Southern California, acrescentou que o locus coeruleus é a primeira região do cérebro a mostrar a “patologia tau” — emaranhados de proteína que se alastram lentamente e que podem mais tarde tornar-se indícios de doença de Alzheimer. Embora nem todo mundo vá desenvolver essa moléstia, resultados de necrópsias indicam que a maioria das pessoas tem algumas indicações iniciais da patologia tau no locus coeruleus na idade adulta, ela acrescentou.

A norepinefrina liberada a partir do locus coeruleus pode contribuir para evitar sintomas de Alzheimer. Estudos realizados com ratos e camundongos demonstraram que a norepinefrina ajuda a proteger os neurônios de fatores que matam as células e aceleram a doença de Alzheimer, tais como a inflamação e a estimulação excessiva de outros neurotransmissores.

Já a noradrenalina é liberada quando alguém está exercendo atividades que demandam da mente, quer se trate de resolver problemas no local de trabalho, completar um quebra-cabeças de palavras, ou tocar uma difícil peça musical.

“Educação e carreiras envolventes produzem uma ‘reserva cognitiva’ na terceira idade, ou um desempenho eficaz do cérebro, apesar da invasiva patologia”, disse Mara. “A ativação do sistema locus coeruleus-norepinefrina pela novidade e desafio mental ao longo da vida pode contribuir para essa reserva cognitiva”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)