Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/10/2004 14:41

Pesquisadores criam vacina contra alergia de insetos

COMPANHIA DE IMPRENSA

Pesquisadores do Instituto de Investigação em Imunologia (iii), em parceria com a Unesp (Universidade Estadual de São Paulo), campus Rio Claro, têm desenvolvido vacinas mais eficazes que as importadas, para o tratamento de alergias causadas por ferroadas de insetos, como vespas, abelhas e formigas. O tratamento oferece de 98% a 100% de eficácia.



Segundo Fabio Morato Castro, professor de Imunologia Clínica da Faculdade de Medicina da USP e pesquisador do iii, as vacinas disponíveis atualmente no mercado, produzidas nos Estados Unidos e Europa, são desenvolvidas com materiais coletados em países de clima frio, onde as espécies endêmicas de insetos são diferentes das existentes no Brasil, que apresenta clima quente.



Com isso, o uso dos extratos de venenos importados provoca reações colaterais desconfortáveis e até risco de choque anafilático para o paciente. Além disso, a reação imunológica esperada nem sempre ocorre. “As substâncias presentes no veneno de uma vespa européia podem não existir no veneno de uma vespa brasileira, por isso é necessário identificar o inseto agressor, coletar o veneno e preparar um antídoto padrão”, explica.



O objetivo do iii é avançar no estudo de todas as proteínas que compõem os venenos dos insetos brasileiros da ordem Hymóptera, e preparar kits de diagnósticos mais precisos, além de kits de imunoterapia seguros e isentos de efeitos colaterais.



“Se antes precisávamos do inseto todo para obter a vacina, hoje é necessário apenas o veneno”, comenta o cientista, que espera em curto espaço de tempo manipular geneticamente essas substâncias. “Além disso, estender a pesquisa na cura de outras doenças”, prevê Castro.



O iii é considerado referência no diagnóstico e imunização de alergias causadas por insetos, na América Latina. Atualmente, o Instituto atende cerca de 70 pessoas, inclusive estrangeiros, através do Hospital das Clínicas, em São Paulo, e outras clínicas parceiras. Embora pouco divulgada, a ocorrência de picadas de insetos é muito comum no Brasil, onde o número de alérgicos gira em torno de 4 e 12%.



As alergias a insetos possuem diferentes níveis de reações, da formação de inchaço, vermelhidão, urticária, até ocorrência de taquicardia, sudorese, variação de pressão arterial, edema de glote, parada respiratória até um choque anafilático.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)