Cassilândia, Terça-feira, 27 de Junho de 2017

Últimas Notícias

11/11/2008 05:06

Pesquisa sobre ética aponta que 78% não cumpriram lei

Sabrina Craide , ABr

Brasília - Uma pesquisa sobre ética e corrupção realizada pelo Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares da Universidade de Brasília (UnB) mostrou que 78% dos entrevistados já deixaram de seguir a lei, e que 42% não tiveram medo de ser punidos ao descumprir a legislação.

Entre as razões apontadas para o descumprimento da lei estão a discordância da legislação (25,7%) e o fato de os entrevistados acharem a lei confusa (19,2%). A pesquisa foi feita a partir de um pedido da Comissão de Ética da Presidência da República e entrevistou duas mil pessoas em todo o Brasil.

Segundo o estudo, 50,3% das pessoas disseram que contratariam parentes se fossem servidores públicos ou políticos. Outros 41% admitiram que recorreriam à propina para ter atendido um pedido feito à administração pública.

O questionário também abrangeu perguntas sobre o serviço público. Na opinião de 42,4% dos entrevistados, os servidores atuam para agradar aos políticos que os indicaram, para beneficiar os amigos e para agradar a si mesmo ou à sua família. Além disso, quase 58% consideram o serviço público amador ou semi-profissional, e 49,7% acham que os servidores públicos não estão preparados para o seu trabalho.

A Comissão de Ética informou que ainda está analisando os resultados da pesquisa.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 27 de Junho de 2017
Segunda, 26 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)