Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/05/2005 07:53

Pesquisa revela que a população não acredita no judiciár

TJ/MS

Conforme notícia publicada, no dia 14 de maio, pelo Jornal do Brasil, a partir de uma pesquisa de opinião, a população do país acredita em corrupção na Justiça. Segundo a pesquisa, 75,2% dos brasileiros consideram que há corrupção no Judiciário e 86,7% acham necessária a criação de um órgão que o fiscalize.

Para o coordenador do curso de Direito da Unaes Centro Universitário de Campo Grande-MS, Celso Luiz Rodrigues Catônio, a mídia pode ter contribuído para formar a opinião das pessoas, pois tem mostrado diversos casos que envolvem situações de corrupção. “Também existe pouca compreensão da população de como funciona o Poder Judiciário”, referindo-se às inúmeras reclamações sobre a morosidade da justiça sem a preocupação de que segurança e rapidez dificilmente caminham juntas. No curso de Direito da Unaes estudam mais de 700 alunos no curso de direito.

Da mesma forma, o Juiz Auxiliar da Corregedoria-Geral de Justiça, Dr. Vladimir Abreu da Silva, acredita que a imprensa nacional divulga somente os aspectos negativos do Poder Judiciário. “E ainda, vinculam os problemas da Segurança Pública com o Judiciário”, explica. Esse fator estaria formando a opinião das pessoas quanto à corrupção no Judiciário.

A pesquisa foi realizada pela Universidade de Brasília encomendada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e os números serão analisados pelo Conselho Nacional de Justiça, órgão de controle externo que será instalado até o dia três de junho.


Texto de Priscila Guimarães

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)