Cassilândia, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

17/05/2005 07:53

Pesquisa revela que a população não acredita no judiciár

TJ/MS

Conforme notícia publicada, no dia 14 de maio, pelo Jornal do Brasil, a partir de uma pesquisa de opinião, a população do país acredita em corrupção na Justiça. Segundo a pesquisa, 75,2% dos brasileiros consideram que há corrupção no Judiciário e 86,7% acham necessária a criação de um órgão que o fiscalize.

Para o coordenador do curso de Direito da Unaes Centro Universitário de Campo Grande-MS, Celso Luiz Rodrigues Catônio, a mídia pode ter contribuído para formar a opinião das pessoas, pois tem mostrado diversos casos que envolvem situações de corrupção. “Também existe pouca compreensão da população de como funciona o Poder Judiciário”, referindo-se às inúmeras reclamações sobre a morosidade da justiça sem a preocupação de que segurança e rapidez dificilmente caminham juntas. No curso de Direito da Unaes estudam mais de 700 alunos no curso de direito.

Da mesma forma, o Juiz Auxiliar da Corregedoria-Geral de Justiça, Dr. Vladimir Abreu da Silva, acredita que a imprensa nacional divulga somente os aspectos negativos do Poder Judiciário. “E ainda, vinculam os problemas da Segurança Pública com o Judiciário”, explica. Esse fator estaria formando a opinião das pessoas quanto à corrupção no Judiciário.

A pesquisa foi realizada pela Universidade de Brasília encomendada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e os números serão analisados pelo Conselho Nacional de Justiça, órgão de controle externo que será instalado até o dia três de junho.


Texto de Priscila Guimarães

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 21 de Janeiro de 2017
20:55
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 20 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)