Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

06/10/2011 17:40

Pesquisa revela o que crianças querem ganhar no dia 12 de outubro

Assessoria

A menos de uma semana para o Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro, os pequenos já sabem o que querem ganhar. Pesquisa do Sistema Fecomércio MS, em parceria com a Universidade Anhanguera-Uniderp e a Fundação Manoel de Barros, revela que neste ano as crianças de 2 a 10 anos querem brinquedos e eletrônicos, entendidos como equipamentos de jogos, aparelhos portáteis de som, brinquedos teleguiados, entre outros. Os adolescentes preferem eletrônicos e celulares, de preferência os mais modernos, de última geração.



A característica do presente na escolha dos adultos será de brinquedos (40%), vestuários (34%), eletrônicos (10%); calçados (8,5%), aparecendo também a compra de celulares (5%). “Os pais e parentes escolhem brinquedos, possivelmente, para os mais novos, o que vai ao encontro com as preferências das crianças. No entanto, vestuários e calçados aparecem em maior intensidade para a escolha dos adultos do que na preferência de ganhar das crianças e adolescentes”, observa o pesquisador da Anhanguera-Uniderp José Francisco dos Reis Neto.



Ele lembra que os eletrônicos não são a escolha dos adultos, ficando aquém na intenção de ganhar das crianças. “Os pais e parentes querem dar presentes mais úteis, e as crianças e os adolescentes querem diversão, novidade e moda. Um conflito a ser administrado pelos pais e parentes neste Dia das Crianças”, comenta.



Outros dados - O Dia das Crianças é considerada a terceira melhor data para os lojistas (Natal e Dia das Mães são a primeira e segunda, respectivamente). A pesquisa ponta que 75% dos consumidores de onze municípios de MS pretendem comprar presentes para homenagear as crianças. A iniciativa deve injetar cerca de R$ 110 milhões de reais na economia do Estado. O levantamento foi realizado entre os dias 19 e 23 de setembro nas cidades de Aquidauana, Anastácio, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Dourados, Ladário, Naviraí, Paranaíba, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas.



A média do valor gasto, por presente, deve ficar em torno de R$ 93,00 em MS. Em Campo Grande, R$ 124,00, o que indica uma intenção crescente de compra para este ano, pois, em 2010, o valor estipulado pelos consumidores foi de R$ 80,00.



Novamente o consumidor prefere pagar as compras à vista. A compra será realizada em dinheiro (62%), em cartão de débito (6%) ou em cheque (0,9%).



20% da população ouvida na pesquisa afirmam que vão usar o cartão de crédito, 64% dos quais também optam pela forma de pagamento parcelado em até três vezes. A utilização do carnê da loja foi apontada por 6,6% nas respostas e, pelo cartão da loja, apenas 3,5%. O cheque pré-datado foi citado por 0,4% dos entrevistados.



\"A utilização de cheques está cada vez menor e os consumidores têm preferido o dinheiro em espécie ou em moeda eletrônica, o que é bom para os lojistas, pois diminui a possibilidade de calote\", reafirma o presidente da Fecomércio MS, Edison Araújo, que lembra outros fatores que já apareceram nas pesquisas anteriores. \"O comerciante deve levar em conta que o preço aparece como determinante para a realização da compra.\" 36% das pessoas que vão as lojas neste período querem desconto e 19% afirmam que vão adquirir produtos em promoções.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Fevereiro de 2017
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
07:30
Loterias
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)