Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/04/2008 18:18

Pesquisa revela a escassez de médicos em MS e no País

Ângela Kempfer/Campo Grande News

Pesquisa divulgada hoje pela Fundação Getúlio Vargas confirma mais uma vez a realidade da falta de médicos em Mato Grosso do Sul, a proporção indicada é de apenas um profissional por 746 habitantes no Estado, o décimo pior índice no País, com número bem abaixo da média nacional que é de um médico para 595 pessoas.
Desde 1990 houve um avanço no Estado. Naquela época era um médico para grupo de 1.250 pessoas. Mas o número ainda é bem pior se comparado ao melhor índice registrado no País, o do Rio de Janeiro, que tem um profissional por grupo de 299 habitantes.

Conforme o levantamento, realizado em todo o Brasil, Campo Grande fica apenas com a 40ª posição no ranking quantitativo da cidades brasileiras, com um profissional para grupo de 490 pessoas. O melhor índice está no Distrito Federal, onde existe um médico para 292 habitantes.

Na capital sul-mato-grossense, a pesquisa aponta que um profissional trabalha em média 52 horas semanais, com salário médio de R$ 5,3 mil.

Mas as principais deficiências continuam registradas no interior, confirma a FGV, com maior dificuldade nas zonas rurais, onde ficam apenas 0,32% dos profissionais de saúde.

A pesquisa só aponta a proporção de médicos em cidades com mais de 250 mil habitantes, por isso contempla somente Campo Grande no Estado, mas o levantamento indica outros detalhes referentes ao interior.

No Estado - Em Porto Murtinho, por exemplo, um médico tem de cumprir carga horária de 99 horas semanais e em Rochedo são 85 horas, indica a Fundação. No primeiro caso é quase o dobro e no segundo mais de 30 horas por semana superior a média estadual, o que é colocado como reflexo da falta de profissionais.A ausência também rende algumas surpresas. Em Juti, a 313 quilômetros da capital, o salário oficial oferecido ao médico que se habilita a trabalhar no município é o maior do Estado, são R$ 44,00 por hora, mais de R$ 9,8 mil ao mês, informa a FGV.
Os resultados têm como base o banco de dados do Sus de 2005, o Datasus, e levantamentos realizados pelo IBGE, entre os anos de 2000 e 2006.



Perfil - As informações levantadas em todos os estados mostram que dentre 31 carreiras de nível superior, a medicina é a que tem maior taxa de ocupação com 90% dos formados empregados.

São os médicos os com maior salário médio no Brasil (R$ 6,2 mil), mas também os que levam o título de maior carga horária (50 horas semanais).

Conforme a pesquisa, está na medicina, com folga, o maior percentual de profissionais com mais de um emprego, são 47,91% dos que atuam na área. Enquanto que em categorias como do magistério, são apenas 25,08% dos professores.

Em relação ao perfil, 86,4% são brancos e a maioria ainda é do sexo masculino (54,62%). São os homens que ganham mais, cerca de R$ 7,5 mil contra R$ 4,5 mil dos salários das mulheres, mas também são eles com carga horária semanal superior (52,1 - homens e 44,2 - mulheres).



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)