Cassilândia, Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

03/12/2004 15:18

Pesquisa mostra precariedade da coleta de lixo no País

Dourados News


O Ministério das Cidades divulgou hoje o diagnóstico sobre a coleta e tratamento de lixo no país. Apenas 20,3% dos municípios pesquisados têm aterros sanitários dentro dos padrões definidos pela legislação ambiental brasileira. O secretário nacional de Saneamento Ambiental, Abelardo de Oliveira Filho, disse que o estudo revela que o sistema de coleta de lixo e limpeza urbana do país ainda é precário. Um dos problemas identificados é a falta de recursos.

Em geral, os gastos com esse serviço são maiores que os recursos arrecadados para esse fim. Em 28,7% das cidades não existe arrecadação específica para esse setor e os gastos são cobertos com verbas de outras fontes. "A questão dos resíduos sólidos tem sido colocada como um dos ‘primos pobres’ do saneamento", avaliou o secretário. Segundo Oliveira Filho, o Ministério das Cidades pretende usar o diagnóstico para elaborar novas práticas e para oferecer capacitação aos municípios na gestão dos resíduos sólidos.

O levantamento feito em 108 municípios urbanos com população variando de 2 mil a 10 milhões de habitantes, em 2002, apurou que em mais de 90% deles foram encontradas cooperativas e organizações de catadores de lixos. Com 4,7 mil trabalhadores, essas associações são responsáveis pela reciclagem de mais de 165 mil toneladas de lixo por ano. Mas, segundo o estudo, apenas 46% das prefeituras possuem sistema organizado de coleta seletiva.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 16 de Janeiro de 2017
09:00
Maternidade
Domingo, 15 de Janeiro de 2017
12:53
Cassilândia
10:50
Loterias
10:40
Loterias
10:20
Loterias
10:10
Loterias
10:00
Receita do dia
09:40
Loterias
09:00
Maternidade
Sábado, 14 de Janeiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)