Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/06/2005 10:02

Pesquisa mostra perfil de vítimas do trânsito

Agência Notisa

Em Londrina, homens com idade entre 10 e 39 anos são as principais vítimas de acidentes. Fins de semana e períodos noturnos são os mais críticos.

O trânsito, no Brasil, é considerado um dos mais perigosos do mundo, apresentando índice de um acidente para cada lote de 410 veículos em circulação, enquanto esse mesmo índice na Suécia é de um para 21.400 veículos. A maior parte deles ocorre com pessoas com idade entre 10 e 39 anos, principalmente nos finais de semana e no período noturno. É o que mostram pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina, em um estudo que teve como objetivo analisar as características epidemiológicas dos acidentes de trânsito e das vítimas atendidas pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma e às Emergências da cidade Londrina no período de 1997 a 2000.

Foram atendidas, no período, 14.474 vítimas de acidentes de trânsito. De acordo com artigo publicado na edição de maio/junho de 2005 dos Cadernos de Saúde Pública, além de serem responsáveis por importante parcela de mortes de residentes no município, os acidentes de trânsito são também os segundos maiores responsáveis pela perda de anos potenciais de vida, sendo superados, atualmente, apenas pelos homicídios.

Segundo os pesquisadores, cerca de 70% das vítimas eram do sexo masculino. Eles explicam que o predomínio de homens entre as vítimas ilustra o efeito dos padrões sócio-culturais sobre este perfil. A equipe também constatou que em 70% dos casos, as vítimas tinha de 10 a 39 anos. “Inexperiência, busca de emoções, prazer em experimentar sensações de risco, impulsividade e abuso de álcool ou drogas são termos associados aos comportamentos de adolescentes e adultos jovens que podem contribuir para a maior incidência de acidentes de trânsito nessas faixas etárias”, afirmam no artigo.

Os dados do estudo também mostraram que os motociclistas foram o principal tipo de vítima em todos os anos, com valores sempre superiores a 40,0%, seguidos pelos ocupantes de carros, pelos ciclistas e pelos pedestres. De acordo com a equipe, como acidentes com motos resultam, freqüentemente, em ferimentos graves para condutores e passageiros, os motociclistas devem ser considerados mais vulneráveis em relação aos usuários de outros tipos de veículos automotores e necessitam de medidas específicas e urgentes.

Em relação aos dias da semana e aos horários de maior ocorrência de acidentes, os pesquisadores verificaram uma elevação do número de vítimas a partir da sexta-feira, com maior concentração no sábado, e no período noturno. “Normalmente o horário da noite é o de maior incidência de vítimas, uma vez que nesse período, geralmente, os acidentes apresentam maior gravidade, em virtude de diversos fatores ligados ao meio ambiente (menor visibilidade) e aos usuários da via pública (excesso de velocidade, desrespeito aos semáforos, uso de álcool e drogas, entre outros)”, explicam.

Nesse sentido, eles alertam para a necessidade de campanhas educativas de esclarecimento quanto aos riscos do uso de álcool e direção, aos fatores ambientais que dificultam a direção de veículos automotores durante a noite e aos demais comportamentos de risco para esses acidentes. “Modificações no meio ambiente, como melhoria da sinalização, da iluminação, do sistema de tráfego e das vias públicas, assim como a intensificação da fiscalização do trânsito, também são fundamentais para a redução de acidentes de trânsito, e só podem ser implementadas através de ações intersetoriais”, acrescentam.

Agência Notisa (jornalismo científico - science journalism)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)