Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/06/2005 14:33

Pesquisa mostra altas taxas de sedentarismo no lazer

Agência Notisa

O sedentarismo é cada vez maior na população e está associado a agravos cardiovasculares, câncer, diabetes, hipertensão arterial e saúde mental. Os grupos mais sujeitos ao sedentarismo são o das mulheres, o dos idosos e o de pessoas de baixa escolaridade. Essa é a conclusão de um estudo realizado por Francisco Pitanga e Inês Lessa, da Universidade Federal da Bahia, que objetivou verificar a prevalência e os determinantes do sedentarismo no lazer em 2.292 adultos da cidade.

O sedentarismo no lazer pode ser identificado como a não participação em atividades físicas nos momentos de lazer. De acordo com artigo publicado na edição de maio/junho de 2005 dos Cadernos de Saúde Pública, todos os participantes da pesquisa foram entrevistados em domicílio.

A prevalência de sedentarismo no lazer foi de 72,5%. Para idade e o estado civil, o sedentarismo no lazer predominou na faixa etária de 40 a 59 anos e entre os casados, separados e viúvos. Quanto ao sexo e à escolaridade, o maior percentual foi observado entre as mulheres e entre o grupo dos analfabetos até a 4ª série do ensino fundamental. “Uma explicação para menor atividade física no lazer por pessoas com menor escolaridade seria sua inserção em atividades pesadas e não sedentárias no trabalho, conseqüentes à baixa qualificação, que é dependente da escolaridade. O inverso ocorre para pessoas com escolaridade mais elevada e atividade sedentária no trabalho”, explicam os pesquisadores no artigo.

Um dado importante encontrado no estudo é o efeito protetor da idade para sedentarismo no lazer em mulheres com mais de 60 anos. Segundo a equipe, “nessa faixa etária, elas já criaram seus filhos, muitas vezes, já estando aposentadas, tendo conseqüentemente mais oportunidades para participar de atividades físicas nos seus momentos de lazer”.

De acordo com os pesquisadores, os resultados apresentados são importantes para a saúde pública, à medida que podem ser utilizados para demonstrar os altos níveis de sedentarismo no lazer em adultos na cidade de Salvador, bem como para identificar fatores associados ou determinantes dessa situação. Eles afirmam que, “desta forma, será possível implementar programas de incentivo à prática de atividades físicas direcionados mais especificamente para subgrupos populacionais mais afetados pelo sedentarismo”.

Agência Notisa (jornalismo científico - science journalism)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)