Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/12/2015 17:00

Pesquisa do Serasa aponta desemprego como principal razão da inadimplência

Agência Brasil

 

Pesquisa divulgada hoje (9) pelo Serasa apontou o desemprego como principal motivo da inadimplência dos brasileiros. Segundo o levantamento, realizado com 8.288 consumidores, 26% dos entrevistados disseram que a perda do emprego é a explicação para as contas atrasadas. A segunda razão mais apontada, citada por 17% dos consumidores, é o descontrole financeiro.

O economista Luiz Rabi, da Serasa, informou que é a primeira vez que a empresa realiza um levantamento do tipo. As informações foram obtidas por meio de enquetes com consumidores negativados que compareceram às agências da Serasa.

Rabi chamou atenção para o resultado em um momento em que há crescimento simultâneo da inadimplência e do desemprego. De acordo com o economista, há alguns anos a inadimplência também estava aumentando, mas o desemprego estava em queda.

“Tivemos, também em 2011 e 2012, um surto de inadimplência no país. Só que, naquela época, o desemprego estava em queda. O que estava muito forte era o crédito. Se a mesma pesquisa tivesse sido feita no período, provavelmente o desemprego não seria a principal causa da inadimplência, mas sim o descontrole financeiro.”

Segundo dados da Serasa, em 2011 a inadimplência cresceu 21,5% e, em 2012, 15%. Em 2013, o número de inadimplentes caiu 1,9%. Em 2014 voltou a crescer, aumentando 6,3%. Em 2015, a inadimplência registrou alta de 17% de janeiro a agosto na comparação com igual período do ano passado.

Do lado do desemprego, informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho mostram que outubro foi o sétimo mês seguido de fechamento de vagas formais. Naquele mês, o Brasil fechou 169.131 postos de trabalho e teve a menor geração de empregos para o período desde 1992, ano de início da série histórica.

Além da perda de emprego e descontrole, os demais motivos indicados na pesquisa da Serasa para inadimplência foram o esquecimento do pagamento de contas (7%), empréstimo do nome a terceiros (7%), despesas extras com serviços, educação e saúde (7%), ser vítima de fraude (5%), alta dos preços (5%), diminuição da renda pessoal e/ou familiar (5%), atraso de salários (3%) e doença ou morte na família (3%).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)