Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

16/12/2015 07:06

Pesquisa da UEMS alerta para a não utilização de chorume como “adubo”

Noticias MS
Pesquisa da UEMS alerta para a não utilização de chorume como “adubo”

Um líquido escuro e que polui o ambiente. Este é o chorume, que é resultado de putrefação de matérias orgânicas. Os aterros sanitários, com a decomposição do lixo, estão cheios dele. Por isto uma pesquisa realizada na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) alerta a população para que não utilize este líquido como uma espécie de “adubo”, ou seja, misturando-o a terra para efetuar os plantios, pois ele é altamente poluidor para o solo, a água e até prejudicial para o ser humano.

Na UEMS já existem estudos com a reutilização de lodo de esgoto para produção de mudas nativas do cerrado, por isto a pesquisa foi necessária para mostrar que o chorume não pode ser enviado às estações de tratamento de esgoto e nem reaproveitado na produção de plantas, pois pode ser prejudicial para qualquer meio em que for inserido.

A pesquisa foi realizada no aterro sanitário de Dourados, que tem impermeabilização do terreno, ou seja, uma manta que não deixa que o chorume entre em contato com o solo, entre 2013 e 2014, e foi detectada a presença de metais pesados, principalmente, o mercúrio. “Em Dourados o chorume não é jogado em rios e pela quantidade de mercúrio não pode ser jogado e nem reaproveitado em lugar algum, pois pode contaminar a água e salinizar o solo, tornando-o improdutivo”, de acordo com a professora Margarete Soares da Silva, orientadora do trabalho produzido pela mestranda, Priscilla Fracalossi Riguetti.

A professora ainda explica que além do mercúrio existem outros metais pesados, também prejudiciais para a saúde como manganês, zinco, cádmio, chumbo e crômio. “O tratamento utilizado nos aterros sanitários é feito somente com a incidência da luz do sol, por isto ‘mata’ elementos microbiológicos, mas não há qualquer outro tratamento para retirada de sais, metais pesados e outras substâncias tóxicas, que podem fazer muito mal ao ser humano, às plantas e ambientes”, disse.

Segundo a docente, a intenção da pesquisa é alertar a população para que não se descarte o chorume em estações de tratamento de esgoto ou em outros ambientes naturais, como acontece em muitos municípios brasileiros.

Contudo a preocupação ainda é maior, pois a grande maioria dos municípios do país não têm aterro sanitário, ou seja, ainda usam lixões a céu aberto ou aterros não impermeabilizados.

“Nestes casos, este chorume se infiltra na terra sem nenhum cuidado, atinge o lençol freático e se espalha. Também existem todos os problemas que o lixão traz, que é a presença de animais como ratos, baratas, urubus, além da contaminação das pessoas que ficam ali catando lixo, manuseando. É um local propício para proliferação de doenças, e ainda tem a contaminação forte do ambiente que aquele chorume percorre”, finaliza.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Sexta, 17 de Fevereiro de 2017
20:33
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)