Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/10/2007 20:41

Pesquisa constata que idosos vivem mais e melhor

Stênio Ribeiro/ABr

Brasília - A população brasileira com mais de 60 anos de idade tem aumentado de forma substancial nos últimos 15 anos, simultaneamente ao crescimento da renda em geral. Em conseqüência os idosos estão vivendo mais, com melhor saúde e qualidade de vida, disse hoje (12), em entrevista à Rádio Nacional, o chefe do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getulio Vargas (FGV), Marcelo Neri.

O diagnóstico, segundo ele, é resultado de análises da pesquisa por amostra de domicílios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e que aponta mais de 19 milhões de brasileiros acima de 60 anos.

"Eles estão vivendo mais e melhor, na opinião deles mesmos. Embora tenham saúde mais frágil, admitem que as condições em geral têm melhorado", disse o pesquisador da FGV.

De acordo com Neri, mais vida e melhor renda são, em grande parte, reflexos de medidas adotadas pela Constituição de 1988, que passaram a ter efeitos a partir de 1990. De 1992 a 2006, segundo o pesquisador, houve aumento médio de R$ 243 na renda dos idosos em decorrência de transferências da Previdência Social e de programas sociais. Isso fez com que a proporção dos idosos na renda total da sociedade aumentasse de 10,3% para 14,7% no mesmo período.

Marcelo Neri disse que o aumento da população de idosos, com crescimento de renda, "é um movimento que tende a evoluir, com importância cada vez maior no mercado consumidor". Em razão dessa evolução, ele explicou que a FGV pesquisa
preços para a terceira idade a cada três meses, com base em despesas com saúde, cultura, turismo, entre outros itens.

"É um público consumidor bastante importante, que ganhou renda nos últimos 15 anos, e tem tido inflação maior no conjunto da sociedade”, disse Neri, acrescentando que são vítimas da "inflação de demanda", porque com mais dinheiro no bolso, os planos de saúde e empresas com mais atuação nesse segmento de mercado aumentam seus preços em maior proporção.

Ele disse que o Rio de Janeiro é o estado com maior concentração de idosos, dos quais a maioria é de mulheres, o que se explica naturalmente pela maior expectativa de vida delas, segundo Neri.

Destacou ainda que embora o país tenha forte contingente de afrodescendentes, eles chegam em menor número à terceira idade, em decorrência da própria desigualdade de renda.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)