Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

17/11/2003 15:53

Pesquisa: brasileiro não sabe que Aids pode matar

Andréia Araujo/ABr

Brasileiro não acredita que Aids pode matar. Uma pesquisa encomendada pela BBC de Londres revelou que, dos 15 países escolhidos, o Brasil apresentou o maior número de pessoas que desconhecem que a Aids leva à morte. Apesar do país ter um programa de prevenção e combate à Aids exemplar para o mundo, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), entre os brasileiros, parece haver ainda muita confusão sobre as formas de transmissão do HIV.

A pesquisa, feita por telefone, ouviu 1.007 pessoas nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e Rio de Janeiro, entre os dias 10 e 24 de agosto deste ano. Os outros países participantes foram Bangladesh, China, Grã-Bretanha, Índia, Indonésia, Líbano, México, Nigéria, Rússia, África do Sul, Tanzânia, Trinidad, Ucrânia e Estados Unidos.

O brasileiro se mostrou desinformado também quando o assunto é transmissão de mãe para filho. Segundo a pesquisa, 28% dos entrevistados não sabiam que mães soropositivas podem passar o vírus para o feto. No México, 12% ignoram a transmissão materno-fetal e, nos EUA, 4%.

Quando o critério é a educação de crianças sobre a Aids, o Brasil é o segundo mais liberal dos 15 países em que foi feito o levantamento. Cerca de 94% dos entrevistados disseram que crianças antes dos 14 anos já devem ser informadas de que a camisinha protege contra o HIV. O país só não é tão liberal quanto o México, onde 97% dos consultados disseram que essa informação deveria ser fornecida às crianças.

Com informações da BBC

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Terça, 22 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)