Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/07/2005 13:09

Pescadores de MS querem voltar usar anzol de galho

Inara Silva / Campo Grande News

A Federação dos Pescadores de Mato Grosso do Sul conseguiu argumentos para pedir que o governo do Estado reveja a portaria que proíbe o uso de anzol de galho e bóias na pesca profissional. Segundo o presidente da entidade, Estevão de Queiroz Miranda, os dois petrechos são considerados pelo Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) como não predatórios e este argumento vai ser encaminhado ao governo. Os pescadores estiveram mês passado em Brasília para buscar esclarecimentos sobre os danos que as duas ferramentas causariam ao meio ambiente e conseguiram comprovar que o Ibama permite seu uso. Agora eles aguardam agendamento de reunião com o governador Zeca do PT para discutir o assunto. A reunião com o Ibama, em Brasilia, segundo Miranda, contou com a presença de representantes das colônias de pescadores de todo o Estado, acompanhados por parlamentares.
A categoria quer que o governo revogue o decreto ou faça um novo liberando o uso dos petrechos, que, segundo Estevão Miranda, dão condições para a pesca em grande quantidade. O anzol de galho serve para capturar peixes maiores e as bóias são usadas para pescar o pacu.
A lei estadual também não permite que o pescador profissional exerça qualquer outra atividade complementar, no entanto, o presidente da Federação disse que o decreto do governo federal, número 221, entende que pescador profissional é quem tem a pesca como principal meio de vida, ou seja, pode ter outras atividades paralelas. Estevão Miranda alerta que o decreto estadual tem prejudicado a categoria, uma vez que reduziu sua produção e não permite outras fontes de renda.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)