Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/12/2009 11:31

Perícia reforça tese sobre de suicídio de Neide Mota

Ângela Kempfer e Adriany Vital, Campo Grande News

Laudo preliminar da perícia feita no corpo da ex-médica Neide Mota Machado reforça a teve de suicídio. Os legistas detectaram marca de agulha no braço esquerdo de Neide, na curvatura do antebraço.

Como a ex-médica é destra, as condições do corpo levam a crer que ela mesmo aplicou substância encontrada em uma seringa que estava na mão de Neide, encontrada morta no domingo, na Chácara dos Poderes.

Dentro do carro onde ela morreu, estavam duas seringas de 10 ml cada, além de dois frascos com lidocaína, um deles aberto. Em uma das seringas, ainda havia 2 ml do medicamento.

O produto é usado como anestésico local para procedimentos simples como os odontológicos.

Existe a suspeita de que a ex-médica tenha trocado a substância dos frascos, substituindo a lidocaína por outro medicamento que provocou parada cardíaca. A confirmação só virá depois de analise da mostra do líquido, coletada no dia da morte.

Anestesistas consultados pelo Campo Grande News, mesma especialidade de Neide Mota, dizem que não há lógica em suicídio com lidocaína, que só mata em doses muito altas.

A perícia também constatou que não havia qualquer sinal de agressão física, nem convulsão, um dos sintomas da injeção de lidocaína no organismo.

Também reforçam a tese de suicídio alguns detalhes contados pela família. A irmã disse que Neide havia comprado um vestido azul, na véspera da morte, mesma roupa que foi sepultada na manhã de hoje, em Campo Grande. Amigos suspeitam que a escolha do vestido e da cor tenham sido para o enterro.

Porém, o que é fato é o acerto na semana passada da cerimônia de cremação em São Paulo. A própria Neide registrou em cartório a vontade de ser cremada após a morte, segundo informa a família em pedido de liberação do corpo feito à Justiça.

Apesar da vontade da ex-médica, a solicitação foi negada porque a Justiça negou a liberação por considerar a possível necessidade de exumação do corpo, caso fiquem dúvidas sobre o que provocou a morte depois do laudo final, que deve ficar pronto em duas semanas.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)