Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/06/2010 12:11

Perícia acredita que cão que matou dono estava sem comer

Campo Grande News/ Fernanda Mathias e Laís Latta

Peritos que estiveram na casa onde o comerciante Fernando Jorge Paes, 44 anos, foi morto pelo próprio cachorro, no bairro Taquarussu, concluem que o animal estava sem alimentação e com fome, porque comeu partes do corpo.

O delegado da Depac (Delegacia Especializada de Pronto Atendimento Comunitário) Fernando Lopes Nogueira, afirma que no local foram encontrados medicamentos veterinários junto do corpo de Fernando.

Segundo ele, provavelmente o comerciante foi medicar o pit bull e o animal, estressado e com fome, o atacou. Parte do braço direito, peito do lado direito e da perna foram arrancados a mordidas.

Vizinhos disseram que escutaram latidos e barulho durante a noite e acionaram a Polícia Militar. A PM informou que mandou uma viatura ao local, mas como chamaram e ninguém atendeu e não constataram nada anormal, os policiais foram embora.

O corpo foi encontrado na manhã de hoje por um funcionário da loja do comerciante, a Fepar, localizada na Calógeras. Ele foi chamar Fernando e estranhando a demora subiu em uma construção vizinha e avistou o corpo.

Os bombeiros precisaram da ajuda de funcionários do CCZ (Centro de Controle de Zoonozes) para conter o cão.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)