Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/10/2015 12:58

Perdeu os filhos, o marido e viveu 2º milagre em um acidente trágico

Luana Rodrigues, Campo Grande News
Hellen Rollon de Souza Duarte, em foto de arquivo pessoal. (Foto: Reprodução/Facebook)Hellen Rollon de Souza Duarte, em foto de arquivo pessoal. (Foto: Reprodução/Facebook)

 

"Você é casada? tem marido, filhos? Então, ela perdeu a família, está destruída." Foi assim a resposta do pai de Hellen Rollon de Souza Duarte, João Batista, 56 anos, diante da primeira pergunta da entrevista. Mãe de Gabriela Duarte de Souza, de 8 anos, e Lucas Duarte de Souza, de 12 anos. Além de esposa do pastor Wanderson Duarte de 31 anos, Hellen perdeu a família em um trágico acidente na BR- 262, causado por um motorista embriagado.

No carro também estava a pastora Jocelise Pereira, mas Hellen foi a única sobrevivente, o que para a família é um milagre. Isso porque, há pouco mais de um mês, ela havia tido um problema no cérebro, algo que os médicos caracterizaram como "trombose cerebral". Ficou internada, entre a vida e a morte. "Ele(Wanderson) ficou o tempo todo do lado dela, não suportava a ideia de perdê-la, fez de tudo. Ela também foi muito forte, lutou pela vida, pela família, para os filhos", conta a irmã de Wanderson, Josiane Duarte, 41.

Hellen passou a viver uma vida de restrições, não podia fazer exercícios físicos, muito menos cair e bater a cabeça. "Ela foi arremessada há quase 80 metros e foi a única que sobreviveu. Temos certeza de que tudo que aconteceu foi porque Deus permitiu, mas com um propósito muito maior que só vamos saber lá na frente", explica a irmã de Hellen, Emillin Rollon, muito emocionada.

A mãe não estava no velório hoje pela manhã, mas passou a noite ao lado do marido e dos filhos, por quem ela ainda chama, como se fossem voltar a qualquer momento.


De fé - "Eu creio que eles não sofreram, porque quem é de Deus, não vê a morte", acredita Emillin. Foi na casa dela que a família ficou no último sábado(03), quando veio a Campo Grande. O convívio com os sobrinhos e o cunhado são desde o tempo de namorado dele com a irmã. "Ele sempre foi da igreja, conheceu minha irmã lá. No começo ela não queria, mas ele insistia e acreditava", disse.

Irmã de Wanderson, Daniela de Cássia, diz que a persistência vem desde pequeno. "Com 11 anos ele pegou um carrinho de picolé foi pra rua vender pra ajudar a mãe", explica. Criança sorridente, mas tranquilo e um pouco tímido, assim cresceu o pastor que quando subia no altar mudava completamente. "Ele falava pouco, mas quando falava era pela obra de Deus".

Do amor de Wanderson por Hellen, vieram Lucas e Gabi. Segundo Emillin, o primeiro já dizia que iria seguir o caminho do pai. "Eram muito parecidos", diz. No sábado, Lucas fez um desenho: "Ele desenhou três rostos, dois maiores e um menor, com os olhos fechados e sorrindo e escreveu a frase 'Deus é o caminho', e é para nós", completa a tia.

A menina, "uma princesa muito inocente ainda, tinha medo das barbies até esses dias, quando peguei ela brincando com as bonecas, que pediu para guardar", conta.

O que Wanderson e os filhos deixam para os familiares? "A fé por Jesus e o amor pela família". Mas alguém lembrou e escreveu a frase imprensa na faixa de uma das três coroas no funeral, "muito parecida com ele": "Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé." - II Timóteo 4. 7.

O seputalmento está marcado para às 14h30, no cemitério Memorial Park, na rua Francisco dos Anjos, 670, bairro Universitário.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)