Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/06/2004 14:50

Pensão às vítimas da Talidomida terá acréscimo

AgPrev

A pensão paga aos portadores da deficiência física conhecida como “Síndrome da Talidomida” terá acréscimo de 35% caso o beneficiário tenha contribuído com a Previdência Social por 25 anos, se homem, ou por 20 anos, se mulher. O acréscimo também será devido caso o beneficiário tenha 55 anos de idade, se homem, e 50 anos, se mulher, e tenha pelo menos 15 anos de contribuição para a Previdência. A determinação está na Lei nº 10.877, de 4 de junho de 2004, publicada hoje no Diário Oficial da União.

O valor do benefício pago aos portadores da “Síndrome da Talidomida” varia de acordo com o grau de deformação. É avaliada a incapacidade para o trabalho, para a locomoção, para a higiene pessoal e para a própria alimentação. A cada uma dessas atividades é atribuído um ponto, caso a incapacidade seja parcial, e dois pontos, caso seja total.

O acréscimo de 35% não irá sobrepor o adicional de 25% que já existe para o beneficiário dessa pensão especial que seja maior de 35 anos, necessite de assistência permanente de outra pessoa e que tenha recebido pontuação superior ou igual a seis.

Talidomida - A talidomida é uma substância com propriedades tranqüilizantes e imunossupressoras, usada para controlar ansiedade, tensão e náuseas.

A substância foi empregada por mulheres grávidas, principalmente entre os anos 1957 e 1962, no mundo todo. Em 1960, foram descobertos os efeitos teratogênicos provocados pela droga quando consumida por gestantes durante os três primeiros meses de gestação. Se ingerida nesse período, a substância interfere na formação do feto, provocando o encurtamento dos membros junto ao tronco. O uso da talidomida é proibido no Brasil desde 1965.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)