Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/08/2012 20:41

Peluso corrige equívoco em pena sugerida para Henrique Pizzolato

Débora Zampier, Agência Brasil

Brasília – O ministro Cezar Peluso, do Supremo Tribunal Federal (STF), cometeu ontem (29) um equívoco ao anunciar a pena do réu Henrique Pizzolato no julgamento do chamado mensalão. A correção só pode ser percebida hoje (30), quando a assessoria do Tribunal divulgou documento oficial com as penas aplicadas pelo ministro aos reús que constam do terceiro capítulo do processo.

Peluso condenou o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil pelo crime de lavagem de dinheiro, mas aparentemente não somou a pena na conta final. Ontem, ele anunciou que a pena sugerida era de oito anos e quatro meses de prisão. No entanto, o documento apresentado hoje registra pena de 12 anos e um mês de reclusão, que dá justamente o acréscimo da pena de lavagem de dinheiro (três anos e nove meses). Nos dois casos, o ministro aplicou o regime fechado.

A confusão sobre a pena de Pizzolato reflete críticas feitas ontem pelos advogados do caso, que consideraram que o ministro não foi coerente em seu voto. Mais cedo, Peluso havia absolvido João Paulo Cunha pelo crime de lavagem de dinheiro. Para os defensores, não faria sentido absolver um réu e não absolver o outro, se a sistemática para o saque do dinheiro foi a mesma.

O gabinete do ministro informou, via assessoria de imprensa do STF, que o erro ocorreu porque Peluso esqueceu de ler uma parte do voto.

Edição: Lana Cristina

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)