Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/06/2007 09:13

Pedido de criação da CPI da Navalha é protocolado

Iolando Lourenço/ABr

Brasília - Com 172 assinaturas de deputados e 30 de senadores, foi protocolado na Mesa Diretora do Congresso na tarde de ontem (13) o pedido de criação de uma comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) para apurar os fatos envolvidos na Operação Navalha, da Polícia Federal.

Há cerca de um mês, a Operação Navalha prendeu 48 acusados de integrar uma quadrilha responsável pelo desvio de dinheiro público por meio de superfaturamento e outras irregularidades em obras da construtora Gautama. A lista de suspeitos envolve políticos de diversos partidos.


Um dos autores do requerimento, o deputado Júlio Delgado (PSB-MG) disse, logo após a entrega, acreditar que a iniciativa está fadada ao fracasso. “Eu não posso deixar de apresentar o requerimento com as 172 assinaturas só porque ele está fadado a ser arquivado”, afirmou ele.

Segundo Delgado, muitos parlamentares estão sendo pressionados por integrantes do governo e da base aliada a retirar as assinaturas. “Estamos apresentando o requerimento até em consideração aos 172 que assinaram.”

“Se não protocolássemos hoje, dificilmente conseguiríamos manter as assinaturas. A pressão pela retirada é violentíssima”, afirmou Augusto Carvalho (PPS-DF), outro dos proponentes da CPMI.

Os líderes da base aliado negam que esteja havendo essa pressão. Ontem, o líder petista na Câmara, Luiz Sérgio (PT-RJ), afirmou que “não há sentido” em fazer uma CPI para investigar algo que a PF já já está investigando de forma eficiente.

“Se os deputados retirarem suas assinaturas ou não quiserem assinar o requerimento, é porque eles estão convencidos de que as investigações estão sendo bem conduzidas pela PF”, afirmou, também ontem o vice-líder do governo, Beto Albuquerque (PSB-RS).

Para que tenha efeito, o requerimento de criação da CPMI ainda terá de ser lido em sessão do Congresso, para depois ser publicado no Diário Oficial. Podem ser adicionadas ou retiradas assinaturas até que o requerimento seja enviado para publicação. Se não houver um mínimo de 171 assinaturas de deputados e 27 de senadores, o requerimento é arquivado automaticamente. Não há previsão de realização de sessão conjunta do Congresso para os próximos dias.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)