Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/07/2004 14:32

PECs disciplinam candidatura de suplente de senador

Agência Senado

Estão aguardando designação de relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) duas propostas de emenda à Constituição (PECs 11/03 e 8/04) que, tramitando em conjunto, disciplinam a candidatura do suplente de senador e a eleição para o cargo no caso de vacância. A primeira delas, apresentada pelo senador Sibá Machado (PT-AC), chegou a receber parecer contrário do senador José Maranhão (PMDB-PB). O próprio Sibá requereu que sua proposta tramitasse em conjunto com a PEC do senador Jefferson Péres (PDT-AM).



A proposta de Sibá Machado é mais abrangente. Além de determinar que ocorrendo vaga de senador antes do término do mandato será realizada uma nova eleição para o preenchimento do cargo, veda que o suplente seja cônjuge, parente consangüíneo ou afim, até o segundo grau ou por adoção do titular.

"Propomos que seja estendida ao suplente de senador em relação ao titular a semelhante proibição que a Constituição federal estabelece para o cônjuge e os parentes consangüíneos ou afins, até o segundo grau ou por adoção, dos chefes do Poder Executivo, seja no âmbito da União, dos estados e dos municípios, de se candidatarem no território de jurisdição do titular", justifica Sibá.

Já a PEC apresentada por Jefferson Péres estipula que se o cargo de senador ficar vago no período do mandato ele será preenchido nas eleições gerais seguintes que se realizarem, independentemente de serem federais, estaduais ou municipais. A exceção é se a vacância ocorrer a menos de dois meses da data prevista para o pleito. Neste caso o cargo será preenchido na eleição subseqüente. Atualmente, se um senador falecer, renunciar ou perder o mandato ele será sucedido pelo suplente.

"Não nos afigura adequado e democrático que, de acordo com o regramento em vigor, o suplente de senador ganhe praticamente muitos anos de mandato sem o voto popular, circunstância que tem acontecido quando a vaga ocorre logo no início do mandato do titular", analisa o senador na justificação da proposta.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)