Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

27/12/2004 15:15

PEC revoga contribuição de iluminação pública

Agência Câmara

A Proposta de Emenda à Constituição 342/04, apresentada pelo deputado Almir Moura (PL-RJ), revoga a contribuição municipal para o custeio da iluminação pública. A taxa foi criada pela Emenda Constitucional 39, de 2002, para ser cobrada na conta de luz proporcionalmente ao consumo.
Segundo Almir Moura, o tributo foi instituído na forma de contribuição para contornar a inconstitucionalidade das taxas de iluminação pública, que tinham sido condenadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). "É que a proibição constitucional de que as taxas tenham a mesma base de cálculo que os impostos não prevalece para as contribuições", explica o parlamentar.
Moura considera ainda que, mesmo sendo constitucional, é "inconveniente" usar a energia elétrica como base de cálculo da nova contribuição, o que representaria supertributação de um insumo básico que já sofre incidência do ICMS. "O financiamento de um serviço público por contribuição, embora atenda à voracidade financeira dos prefeitos e das empresas distribuidoras de energia elétrica, representa péssimo precedente, ensejando a criação de outras contribuições, como para financiar a coleta de lixo ou a pavimentação pública", argumenta o parlamentar.

Tramitação
A proposta aguarda indicação de relator na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, que apreciará a sua admissibilidade. Se aprovada, será analisada por uma comissão especial de deputados, antes de ser encaminhada para votação em dois turnos no Plenário.


Reportagem - Eduardo Piovesan
Edição - Rejane Oliveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)