Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/12/2004 08:59

PDT contesta resolução que reduziu número de vereadores

Assomassul

O STF (Supremo Tribunal Federal) recebeu Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3365, com pedido de liminar, ajuizada pelo PDT para a sustação dos efeitos da Resolução 21.702/04, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A norma reduziu o número de vereadores, em todo o país, para as eleições municipais deste ano.

Para o PDT, a definição do número de vereadores de cada município é de competência exclusiva dos poderes legislativos municipais, uma vez que, segundo o partido, a resolução pretendeu modificar norma constitucional, que somente poderia ser alterada mediante proposta de emenda à Constituição. Por esse motivo, o PDT alega a inconstitucionalidade da resolução com base no artigo 2º - que dispõe sobre a independência e harmonia entre os Poderes - e no artigo 29, que estabelece normas referentes aos municípios, ambos da CF.

Por fim, o partido alega que apesar das eleições terem se realizado sob as determinações da resolução atacada, é evidente o "periculum in mora" e, por isso, pede concessão da liminar tendo em vista que as diplomações dos eleitos ocorrem entre os dias 12 e 19 de deste mês.

Também foram ajuizadas, com o mesmo tema, três ações (Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental 58, 60 e 61) por diretórios municipais do Partido Socialista Democrático Brasileiro (PSDB), do Partido dos Trabalhadores (PT) e do Partido Democrático Trabalhista (PDT). A ADI foi distribuída ao ministro Celso de Mello.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)