Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/07/2010 08:10

PCHs causam variação no volume de água e danos em MT

24 Horas News/ Sinézio Alcântara

Uma vistoria técnica realizada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) comprovou alterações no volume de água do rio Jauru, supostamente, provocada por operações irregulares, em algumas das 6 Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) instaladas no local para produção de energia elétrica. A vistoria foi realizada nos dias 9 e 10 em vários pontos, entre a localidade de Indiavaí e o porto do Limão. No Limão a fiscalização constatou variação diária de 10 centímetros. A pior situação, no entanto, foi verificada próximo ao Indiavaí, onde se comprovou oscilação no volume de água de até 40 centímetros.

As variações do volume de água no Jauru vêm sendo denunciadas há vários meses por moradores ribeirinhos, Colônia Z-2 de Pesca de Cáceres e até a Câmara Municipal de Indiavaí. Os denunciantes afirmam que as oscilações estariam provocando danos ambientais, decorrentes de mortandade e desaparecimento de peixe, supostamente, provocado por represamento das águas, em razão dos constantes fechamentos das comportas de algumas usinas. As denúncias publicadas com exclusividades pelo Jornal Expressão estão sendo investigadas pelo Ministério Público que promete adotar medidas judiciais, caso haja comprovação de que as usinas estariam provocando danos ambientais.

A vistoria foi executada por uma equipe de técnicos liderada pelo biólogo Everaldo Luiz da Silva. Através de fichas de medições diárias da Companhia de Pesquisa Mineral (CPRM), órgão ligado ao Serviço Geológico do Brasil, o biólogo comprovou as variações. “Embora seja em pequena escala, as alterações podem influenciar o sistema de reprodução de algumas espécies de pescado” explica Everaldo lembrando que, apesar de provocar pequenos danos ambientais, a variação de 10 centímetros, como foi verificada no porto do Limão, ainda é aceitável. Grandes alterações, segundo ele, podem resultar em maiores impactos, explica.

Os técnicos prevêem que terão maior dificuldade em detectar qual das 6 PCHs estaria operando em desacordo com a licença ambiental. Para isso, de acordo com o biólogo, serão realizadas outras vistorias inopinadas. A medida será evitar que, a continuidade do processo irregular possa comprometer o sistema hídrico e, automaticamente, ampliar ainda mais os danos ambientais.Uma das denunciantes a presidente da Colônia Z-2 de Pesca de Cáceres, Elza Basto Pereira, diz que recuperar o dano causado ao meio ambiente será muito difícil.

Porém, ela defende que os pescadores da localidade do Limão sejam inseridos no processo de seguro desemprego como foi feito pelos pescadores de Porto Esperidião. “Os danos ambientais dificilmente serão recuperados. Mas temos que ver a questão dos pescadores. Eles tiravam o sustento do rio. Agora os peixes acabaram como vão sobreviver?” indaga.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)