Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/01/2012 08:15

Paulistão: confira os times-base de todos da elite

FPF

Confira o Guia Paulistão Chevrolet 2012, com as todas as contratações de cada time, o elenco completo e o provável time-base de todos os 20 concorrentes ao título da competição.

Botafogo

Após temporada de 2011 medianas, quando ficou em posição intermediária na tabela do Campeonato Paulista e foi eliminado na primeira fase da Copa Paulista de Futebol, o Botafogo aposta na reformulação do elenco para obter sucesso neste ano.

Assim, chegaram 25 novos jogadores ao elenco e o técnico Lori Sandri acredita que a equipe montada está condizente às expectativas para a competição. “Dentro do que nós planejamos, dentro daquilo que a direção do clube nos passou chegamos aos nossos objetivos. Hoje temos uma equipe condizente com o que queremos”, afirmou o treinador.

Time-base: Marcos; Raul, Marquinhos, Gustavo Bastos e Paulinho; Tiago Ulisses, Gil Baiano, Camilo e Emerson; Talles Cunha e Taubaté.
Técnico: Lori Sandri.

Bragantino

Mantendo a política de dar sequência ao trabalho, o Bragantino, do presidente Marquinhos Chedid, segue sob o comando do treinador Marcelo Veiga. Já são cinco anos à frente do time, com resultados satisfatórios, com uma semifinal de Campeonato Paulista e a luta pelo acesso à Série A do Campeonato Brasileiro nos últimos dois anos.

Desta maneira, novos jogadores chegam para completar a base do time do ano passado e nem os resultados ruins no jogos preparatórios antes desta temporada assustam o mandatário. “O importante dos jogos-treino não é o resultado, e sim dar entrosamento para o time, afinal, nós trocamos muitos jogadores”, afirmou Chedid.

Time-base: Alê; Victor Ferraz, André Astorga, Luiz Henrique e Murilo Ceará; Cambará, Serginho, Fernando Gabriel e Romarinho; Léo Jaime e Giancarlo.
Técnico: Marcelo Veiga.

Comercial

Depois de 25 anos, o Comercial está de volta à elite e traz consigo o tradicional ‘Come-Fogo’, clássico que faz com o rival citadino, Botafogo. No entanto, não é a rivalidade local que embala a equipe alvinegra, e sim a sequência na elite do futebol paulista. Para tanto o clube conta com reforços de peso como o zagueiro Fabão e o meia Romerito.

Estes e outros reforços somados à base que garantiu o acesso à elite estadual e decidiu a Copa Paulista de Futebol, dão confiança ao presidente Nelson Lacerda. “Estamos com um time muito bom e o Márcio já está acertando os últimos detalhes. Contamos com jogadores experientes e competitivos. Sabemos que chegar ao título será difícil, mas com certeza vamos para a disputa do Torneio do Interior e da vaga para o Campeonato Brasileiro da Série D”, garantiu o mandatário.

Time base: Alex; Marcelo Ferreira (Sidny), Marcel (Rodrigo Costa), Rafael Tavares e Rossato; André Bilinha, Vágner, Thiago Galhardo (Hudson), Carlos Magno e Romerito; Fernando Gaucho.
Técnico: Márcio Fernandes.

Corinthians

Maior vencedor da história do Campeonato Paulista com 26 títulos, o Corinthians e o seu torcedor não escondem que o grande objetivo do ano, novamente, é o título da Taça Libertadores da América. No entanto, jamais o estadual, grande xodó do fiel torcedor estará de lado. Por isso, Tite e a diretoria apostam em um elenco numeroso para a temporada.

O goleiro Júlio César, que superou a desconfiança da torcida e foi titular na conquista do Campeonato Brasileiro espera uma temporada de muita pressão, mas vitoriosa. “Tudo está se encaminhando para um bom ano”, afirmou em entrevista coletiva, sem se esquecer da responsabilidade de disputar a Libertadores. “A pressão é grande, mas eu levo pelo lado positivo, me serve como motivação”, afirmou.

Time-base: Júlio César; Alessandro, Paulo André, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Alex e Danilo (Willian); Emerson (Adriano) e Liedson.
Técnico: Tite.

Catanduvense

Um dos que retornam à elite estadual, o Grêmio Catanduvense aposta na contratação de jogadores nem tão badalados, mas que podem, de acordo com a mescla de idade dos atletas, dar liga. O responsável por isso acontecer será o experiente Roberval Davino, que admite o pensamento de primeiro, não cair.

Porém, o técnico tem suas apostas e a principal dela é a preparação física, iniciada em Catanduva muito antes dos demais. “Estamos treinando desde o dia 7 de novembro, porém, o plantel está completo desde dezembro, porque tinha atletas contratados que ainda disputavam campeonato pelas suas equipes anteriores. Acho que o trabalho foi bem aproveitado, ajeitamos bem a parte física e técnica. Acho que está legal”, acredita Davino.

Time base: Fillipi; Lorran, Sérgio Rafael, Marcus Vinícius e Samuel; Ricardo Oliveira, Jeferson, Diniz e Mauricinho; Johnson e Osny;
Técnico: Roberval Davino.

Guarani

Afim de acabar com as oscilações nas campanhas da equipe que fizeram com que o Guarani chagasse a disputar cinco edições diferentes em três temporadas, a nova diretoria bugrina aposta no que já deu certo em outras ocasiões: Osvaldo Alvarez, o Vadão, responsável pelo acesso à Série A do Brasileiro em 2009.

Nesta nova empreitada do Guarani, o técnico Vadão falou que o clube sai atrás dos demais competidores, porém prevê bons frutos. “As equipes do interior já estão com elenco fechado para a disputa do estadual e os times da capital possuem uma boa base e são fortes. Em relação a eles estamos atrasados, mas a diretoria está com um ótimo planejamento e, apesar de o Paulista ser um campeonato complicado, por ser de tiro curto, estamos correndo atrás para que tudo dê certo”, disse o comandante.

Time-base: Émerson; Domingo, André Leone e Rodrigo Arroz; Oziel, Wellington Monteiro, Willian Favoni, Fumagalli e Bruno Recufe; Fabinho e Ronaldo..
Técnico: Vadão.

Guaratinguetá

O bom filho a casa torna e após se aventurar na cidade de Americana, o Guaratinguetá volta para perto de sua torcida e a despeito do investimento menor com relação à temporada passada, a crença da diretoria em outra boa campanha está principalmente na união do elenco formado para a disputa.

Apesar da economia financeira, o técnico Roberto Fernandes acredita que a união dos atletas é o ponto forte do Guaratinguetá. “A força da matilha está no lobo, e a força do lobo está na matilha. Este é o nosso plantel, o nosso perfil. O destaque é o grupo”, explicou o filósofo treinador.

Time base: Jaílson; Pio, Fernando, Padovani e Vanderson; Gercimar, Everton, Marcinho e Nenê; Lucio Flavio (Charles) e Djavan.
Técnico: Roberto Fernandes.

Ituano

Na temporada em que comemora uma década de sua principal conquista – o Campeonato Paulista de 2002 -, o Ituano vem à disputa com objetivos mais modestos, mas acima do que tem conquistado nos últimos anos. O clube quer uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro para voltar ao cenário nacional, onde já esteve com prestígio.

Para isso, o presidente do clube, Fernando Francisco Vieira aposta no toque de bola da equipe montada por Ruy Scarpino. “Nosso ponto forte é o meio de campo, que praticamente é o mesmo que já vinha jogando. Mantivemos a base da Copa Paulista e buscamos reforços para as posições carentes do grupo”, afirmou.

Time-base: Roberto; Alex, Cesar Gaucho, Anderson Salles e Gustavo; Alan Mota, Bruno Martins, Alemão e Kleyton Domingues; Allan e Jefferson Luis.
Técnico: Ruy Scarpino.

Linense

Dono de uma torcida apaixonada na cidade de Lins, o Linense, em seu retorno à Série A do Paulistão depois de mais de 50 anos assustou a todos e só fugiu do rebaixamento na última rodada em 2011. A ideia da diretoria para este ano, porém, é fazer campanha diferente e lutar por vagas nas competições nacionais. Para tanto, o time investiu e não foi pouco.

Diante do investimento realizado para o estadual, o presidente do Linense, Rogério Câmara, espera uma campanha bem diferente da última temporada. “Os atletas que estão chegando, além de experientes e colecionadores de títulos por onde passaram, estão demonstrando comprometimento e uma vontade enorme de fazer sucesso com a camisa do Linense”, enalteceu o mandatário.

Time-base: Douglas; Diego Macedo, Fabão, Bruno Quadros e Alexandre; Makelelê, Ademir Sopa, Andrade e Lenilson; Chimba e Fausto.
Técnico: Pintado.

Mirassol

Uma das equipes que conquistou o direito de disputar a Série D do Campeonato Brasileiro após a boa participação no Campeonato Paulista de 2011, o Mirassol tem como foco a repetição da campanha do ano passado, já que não conquistou o acesso à Série C no segundo semestre e terá de recomeçar a caminhada rumo ao cenário nacional.

“Já estamos treinando há dois meses, mas com o grupo completo mesmo só há algumas semanas”, disse o treinador do time, Ivan Baitello. “Nosso objetivo principal é permanecer na primeira divisão. Sabemos que o Paulista é um campeonato muito difícil, é o mais disputado dos estaduais”, completou o técnico.

Time-base: Fernando Leal; Samuel, Igor, Wendel e Márcio Careca; Acleisson, Alex Silva, Luciano Sorriso, Gilsinho e Xuxa; Henrique Dias.
Técnico: Ivan Baitello.

Mogi Mirim

Apenas mediano nas edições anteriores do Campeonato Paulista, o Mogi Mirim acredita que o início da competição deste ano pode ser um diferencial para a sua equipe que se prepara faz tempo. Além disso, a diretoria manteve o técnico Guto Ferreira e trouxe jogadores que estavam emprestados a equipes do cenário nacional.

A maioria dos atletas começou a preparação no dia 5 de dezembro, com exceção àqueles que foram contratados posteriormente, e para Luiz Simplício, isto será o diferencial da equipe. “Dos últimos anos, este foi o que nos preparamos melhor. Vamos começar muito forte a competição. Quase todas as equipes se apresentaram só em janeiro. Nosso objetivo é começar bem, ganhar os primeiros jogos e adquirir uma gordura”, disse o dirigente.

Time-base: Anderson; Mateus Silva (Edson Ratinho), Tiago Silva, Tiago Alencar e João Paulo; Baraka, Renê Júnior, Val e Fernandinho; Felipe Silva e Hernane
Técnico: Guto Ferreira.

Oeste

Agora integrante da Série C do Campeonato Brasileiro após ótimo desempenho na temporada passada, o Oeste de Itápolis mantém a humildade para este ano e pede pés no chão aos seus jogadores. Assim, mesmo com o título do Troféu do Interior no ano passado, a ideia é manter-se na elite estadual.

Mauro Guerra, diretor de futebol do clube é bastante comedido ao falar da ambição do clube neste ano, mas sonha com a repetição do que aconteceu em 2011. “Nosso primeiro objetivo é continuar na Série A1, e o que vier a mais passa a ser lucro. Repetir a dose do ano passado seria fantástico”, afirmou Guerra.

Time-base: Paulo Musse; Adriano, Cris e Éder Lima; Roger, Batista, Dionísio, Quentin Lendresse e Fernandinho; Marcinho e Val Baiano.
Técnico: Estevam Soares.

Palmeiras

Dentre os grandes times de São Paulo, o Palmeiras é quem a mais tempo não comemora um título importante, desde maio de 2008, quando ganhou justamente o Campeonato Paulista. Por essas e outras, a conquista do estadual nesta temporada seria muito importante para o clube alviverde do técnico Luiz Felipe Scolari.

O técnico palmeirense e sua filosofia, aliás, são as esperanças da torcida. Felipão acredita que seu time está em boa sequência. \"Iniciamos o ano como terminamos a temporada passada. Demonstramos vontade, superação e um espírito de grupo que nos fez ficar invictos os últimos cinco jogos do Campeonato Brasileiro de 2011. Se a gente tiver esse pensamento neste ano, podemos chegar longe\", afirmou o técnico.

Time-base: Deola; Cicinho, Henrique, Roman e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Tinga (Maikon Leite) e Valdivia; Luan (Daniel Carvalho) e Barcos.
Técnico: Felipão.

Paulista

Bicampeão da Copa Paulista de Futebol, o Paulista de Jundiaí, que já venceu uma Copa do Brasil e decidiu o Campeonato Paulista de 2004, sonha retornar aos melhores tempos e tem bons planos para isso. O principal deles é manter e dar sequência à base vitoriosa dos últimos anos.

Para comandar tudo isso, uma aposta: Sérgio Baresi, ex-treinador das categorias de base do São Paulo. “A meta é fazer uma competição séria e buscar a Série D. Precisamos trabalhar bastante para minimizar os erros, porque o Campeonato Paulista é uma competição extremamente difícil”

Time-base: Richard Costa; Samuel Xavier, Júnior Alves, Diego Ivo e Reinaldo; Bruno Octavio, Wellington, Dener e Danilo Gomes; Ricardinho e Welton.
Técnico: Sérgio Baresi.

Ponte Preta

Embora tenha sido um tanto ofuscada pela Portuguesa, a Ponte Preta fez ótima campanha na Série B do Campeonato Brasileiro, conquistando o acesso à elite nacional desta temporada. Assim, o clube campineiro joga o estadual sob a pressão de ser mais um time da elite nacional e por isso espera-se que crie dificuldades aos grandes.

Experiente, o zagueiro Gian que já atuou pelo Ipatinga, Vasco e São Caetano elogia o grupo, a quem acha capaz de fazer um bom papel. “O elenco é muito capacitado, e todos podem vestir a camisa de titular a qualquer momento. Sabemos do apoio que a Ponte tem dos seus torcedores e estamos aqui para lutar e que os resultados possam acontecer”, afirmou.

Time-base: Lauro; Guilherme, Ferron, Gian e Uendel; Agenor, Willian Magrão, Márcio Diogo (Caio) e Renato Cajá; Rodrigo Pimpão e Leandrão.
Técnico: Gilson Kleina.

Portuguesa

Não foi a toa que a Portuguesa ganhou o apelido de ‘Barcelusa’ de seu torcedor e imprensa. Comandado por Jorginho, o time do Canindé imprimiu seu ritmo de jogo sob todos os adversários com muita movimentação no setor ofensivo, bons passes e principalmente, empenho de todo o grupo em prol do retorno da equipe à elite nacional.

Com tudo isso, espera-se que a Portuguesa volte a bater de frente com os grandes times do estado e apimente a disputa do Paulistão. O time lusitano não disputa uma fase final do estadual desde 1998. \"Somos o quinto time grande de São Paulo e temos, por obrigação, terminar entre os cinco primeiros, pelo menos\", garante o técnico Jorginho.

Time-base: Wéverton; Luis Ricardo, Rogério, Gustavo e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Guilherme, Henrique e Edno; Vandinho e Rodriguinho.
Técnico: Jorginho.

Santos

Atual campeão da Libertadores e bicampeão paulista, o agora centenário Santos joga para fazer história novamente, pois caso conquiste o tricampeonato estadual o fará depois de mais de 40 anos. Apesar disso, o foco santista estará também na conquista de mais um título continental na disputa da Libertadores.

Assim, nas primeiras rodadas, jogadores que não são considerados titulares terão a chance de mostrar serviço, como é o caso do goleiro Aranha. “Uma boa oportunidade para aqueles que não tiveram condição de mostrar trabalho. Para alguns, como no meu caso, é a chance de continuar sendo lembrado. A gente está trabalhando bastante\", declarou o goleiro, provável titular nas primeiras rodadas na ausência de Rafael.

Time-base: Rafael; Fucile, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Henrique (Adriano), Elano e PH Ganso; Neymar e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho.

São Caetano

Campeão Paulista de 2004 e vice-campeão de 2007, o São Caetano, que antes já fizera história no cenário nacional e internacional, com ótimas campanhas no Campeonato Brasileiro e Taça Libertadores, sonha retornar aos velhos tempos. Uma aposta neste sentido é a contratação de jogadores conhecidos, já que esperam uma disputa mais acirrada até que o Brasileiro da Série B.

Nairo Ferreira de Souza entende que o Paulistão seja mesmo mais difícil que o nacional. “Montamos um time forte e competitivo para fazer um bom campeonato, para chegar pelo menos entre os oito primeiros. O Campeonato Paulista tem mais qualidade que uma Série B, por exemplo, e as equipes do interior se preparam muito bem, montam grandes equipes e tem este campeonato como o mais importante no seu calendário”, opinou o mandatário.

Time Base: Luis; Artur, Eli Sabiá, Preto Costa e Vicente; Augusto Recife, Anselmo, Moradei e Marcelo Costa; Nunes (Thiago Silvy) e Geovane.
Técnico: Márcio Araújo.

São Paulo

Clubes de muitas conquistas e glórias, o torcedor mais jovem do São Paulo tem pouco do que reclamar, pois raras vezes viu seu time ter dificuldade para conquistar títulos. Mas, em meio ao tricampeonato brasileiro e a conquista mundial e da Libertadores, o clube do Morumbi construiu o maior jejum desde a conclusão de seu estádio: este é o maior período – entre 2005 e 2011 -, que o clube ficou sem vencer um campeonato estadual.

Para findar este momento adverso nas disputas estaduais, a diretoria se esforçou para montar um bom time em volta do jovem craque Lucas, e ao lado dos ídolos do clube. Um deles chega para vestir a camisa 10: Jadson. “Procuro sempre me espelhar em grandes vencedores como o Rogério e o Luis Fabiano. O Rogério é a cara do clube, considerado um mito por tudo que fez e por todos os títulos que já ganhou. O Luis é um grande atacante, goleador, foi destaque na Europa e titular do Brasil em uma Copa do Mundo. Espero ajudá-lo com muitas assistências. Jogar com os dois e com meus outros companheiros será um prazer muito grande”, afirmou o selecionável.

Time-base: Rogério Ceni; Piris, Rhodolfo, Edson Silva (Paulo Miranda) e Cortês; Fabrício, Wellington, Lucas, Jadson e Cícero (Fernandinho); Luis Fabiano.
Técnico: Émerson Leão.

XV de Piracicaba

Tradicional clube do interior paulista e contando ao longo dos anos com uma torcida bastante apaixonada, o XV de Piracicaba está de volta à elite estadual e tem como principal objetivo a manutenção entre os grandes. A aposta neste sentido é manter o técnico Moisés Egert e sua filosofia de jogo.

Para o treinador, a principal característica de seu time é a unidade e entrosamento. “Temos uma equipe compacta, com muito equilíbrio, que sabe se posicionar e roubar a bola, que erra menos o passe. Então, espero que a cada dia os jogadores cresçam e ganhem confiança, para realizarmos um belo campeonato paulista”, afirmou o treinador de 34 anos.

Time-base: Gilson; Vinicius Bovi, Marcus Vinicius, Toninho e Alex Cazumba; Adilson Goiano, Marcus Lima, Ricardinho e Anaílson; Adilson e Gustavo Savoia.
Técnico: Moisés Egert.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)