Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

28/04/2008 08:00

Parteiras tradicionais e a regulamentação da profissão

ABR

Brasília - Começa hoje (28), em Olinda (PE), a Reunião Internacional e Encontro Estadual de Parteiras Tradicionais 2008. Entre os assuntos que serão debatidos está a tramitação, no Congresso Nacional, do Projeto de Lei 2.145 /2007, da deputada Janete Capiberibe (PSB/AP) para regulamentar a profissão de parteira. O evento vai até sábado (3),.

Segundo a Pesquisa Nacional sobre Demografia e Saúde (PNDS), realizada em 1996, 20% dos partos nas áreas rurais são domiciliares. Nas áreas rurais e Regiões Norte e Nordeste, o índice de partos assistidos por um médico cai para cerca de 55%, aumentando a representatividade de enfermeiras e de parteiras (cerca de 40%). Os dados são do Ministério da Saúde.


O programa Trabalhando com Parteiras Tradicionais vem sendo implementado pelo Ministério da Saúde desde março de 2000, com o objetivo de assegurar a melhoria do parto domiciliar. Parte da estratégia do Ministério da Saúde para a redução da morbimortalidade materna e neonatal, o programa busca sensibilizar gestores e profissionais de saúde para que reconheçam as parteiras como parceiras na atenção à saúde da comunidade e desenvolvam ações para possibilitar a preservação de seus saberes e práticas, bem como para promover o encontro desses saberes com o conhecimento técnico-científico.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 26 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Sexta, 25 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)