Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

12/05/2004 16:49

Parlamentares pedem que governo não cancele visto

Agência Senado

Os integrantes das Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) da Câmara e do Senado decidiram nesta quarta-feira (12) solicitar ao governo para não cancelar o visto do correspondente do jornal New York Times Larry Rohter, autor de reportagem segundo a qual a sociedade brasileira estaria preocupada com possíveis excessos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no consumo de bebidas alcoólicas.

Em texto sugerido por diversos deputados e senadores, a ser apreciado pelos Plenários das duas Casas do Congresso, as comissões sugerem ainda ao Poder Executivo que exija do jornal norte-americano a correção da reportagem “distorcida”, além de apresentar solidariedade a Lula diante da matéria classificada como ofensiva ao presidente da República e ao povo brasileiro, por não refletir a “verdade dos fatos”.

Durante a reunião das duas comissões, o cancelamento do visto havia sido definido pelo senador Cristovam Buarque (PT-DF) como um “pequeno passo autoritário”.

- Sou do partido do governo, mas considero que, se tudo foi armado por forças que não sabemos, essas forças devem estar comemorando a expulsão do jornalista. Demos uma dimensão absurda a esse episódio e cometemos um grave equívoco, seja ou não censura - disse Cristovam, durante a reunião conjunta das duas comissões, com a presença dos ministros das Relações Exteriores, Celso Amorim, e da Defesa, José Viegas Filho.

Pouco antes, Amorim havia afirmado que o cancelamento do visto do jornalista era uma “decisão de governo”, uma vez que a concessão do visto não significava um direito, mas sim uma expectativa de direito. Ele disse ainda, em resposta a questionamento feito anteriormente pelo deputado Fernando Gabeira (sem partido-RJ), que a questão não deveria ser vista pelo ângulo da liberdade de imprensa e que o New York Times não havia se retratado por uma reportagem que qualificou como “ofensa à dignidade do presidente da República”.

Primeiro a falar na reunião, Gabeira expressou seu protesto pelo cancelamento do visto e disse que nunca havia visto uma reação “tão estranha” de um governo à publicação de uma reportagem. “Não em meu nome se vai expulsar um correspondente estrangeiro no Brasil”, afirmou Gabeira. “Este não é o meu Brasil”, observou.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)