Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/05/2004 16:49

Parlamentares pedem que governo não cancele visto

Agência Senado

Os integrantes das Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) da Câmara e do Senado decidiram nesta quarta-feira (12) solicitar ao governo para não cancelar o visto do correspondente do jornal New York Times Larry Rohter, autor de reportagem segundo a qual a sociedade brasileira estaria preocupada com possíveis excessos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no consumo de bebidas alcoólicas.

Em texto sugerido por diversos deputados e senadores, a ser apreciado pelos Plenários das duas Casas do Congresso, as comissões sugerem ainda ao Poder Executivo que exija do jornal norte-americano a correção da reportagem “distorcida”, além de apresentar solidariedade a Lula diante da matéria classificada como ofensiva ao presidente da República e ao povo brasileiro, por não refletir a “verdade dos fatos”.

Durante a reunião das duas comissões, o cancelamento do visto havia sido definido pelo senador Cristovam Buarque (PT-DF) como um “pequeno passo autoritário”.

- Sou do partido do governo, mas considero que, se tudo foi armado por forças que não sabemos, essas forças devem estar comemorando a expulsão do jornalista. Demos uma dimensão absurda a esse episódio e cometemos um grave equívoco, seja ou não censura - disse Cristovam, durante a reunião conjunta das duas comissões, com a presença dos ministros das Relações Exteriores, Celso Amorim, e da Defesa, José Viegas Filho.

Pouco antes, Amorim havia afirmado que o cancelamento do visto do jornalista era uma “decisão de governo”, uma vez que a concessão do visto não significava um direito, mas sim uma expectativa de direito. Ele disse ainda, em resposta a questionamento feito anteriormente pelo deputado Fernando Gabeira (sem partido-RJ), que a questão não deveria ser vista pelo ângulo da liberdade de imprensa e que o New York Times não havia se retratado por uma reportagem que qualificou como “ofensa à dignidade do presidente da República”.

Primeiro a falar na reunião, Gabeira expressou seu protesto pelo cancelamento do visto e disse que nunca havia visto uma reação “tão estranha” de um governo à publicação de uma reportagem. “Não em meu nome se vai expulsar um correspondente estrangeiro no Brasil”, afirmou Gabeira. “Este não é o meu Brasil”, observou.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)