Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

13/07/2005 07:29

Parlamentares não chegam a acordo para unificação CPIs

Agência Câmara

Governo e oposição não entraram em acordo para a unificação das investigações sobre as denúncias de corrupção nos Correios e o suposto "mensalão". A proposta de integração era dos partidos oposicionistas, mas em reunião, nesta terça-feira, entre as lideranças partidárias e o presidente do Senado, Renan Calheiros, o governo recusou a sugestão. O líder do PSDB na Câmara, deputado Alberto Goldman (SP), lamentou porque, para ele, o caso dos Correios e do "mensalão" estão relacionados. “Na verdade, o governo não quer que os dois lados dessa mesma moeda se unifiquem. De um lado, você tem a captação de recursos, seja pelos Correios seja por outros empresas. E de outro lado, os pagamentos que foram feitos. Eu acho que uma das finalidades de manter tantas cpis funcionando ao mesmo tempo é estabelecer a confusão.”
Existem quatro comissões parlamentares de inquérito (CPI) funcionando na Câmara e uma no senado. Além disso, também funcionam três comissões parlamentares mistas de inquérito (CPMI) – com deputados e senadores. Com tantas investigações ao mesmo tempo, alguns parlamentares sugeriram unificar as duas principais para investigar denúncias de corrupção nos Correios e a compra de votos no Congresso.

CPI Mista do Mensalão
O líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante, destacou, por sua vez, que foi a oposição quem propôs e cobrou com veemência a instalação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Mensalão. Mercadante lembrou que a intenção do governo, inicialmente, era criar uma comissão de inquérito apenas da Câmara porque, segundo ele, a questão envolvia decoro parlamentar de deputados. O líder governista argumentou, ainda, que o objeto de investigação da CPI Mista dos Correios já é bastante amplo para haver uma união dessa apuração com a da compra de votos de parlamentares. “A investigação dos Correios é um fato bastante amplo, tem que se investigar todos os contratos, todas as licitações, tudo que aconteceu, todas as pessoas envolvidas. Porque não é possível uma denúncia desse tamanho e depois ficar tudo como se nada tivesse acontecido. Quanto ao "mensalão", é a mesma coisa.” Mercadante acrescentou que é muito importante que o "mensalão" seja investigado com todo o rigor. “Transformar o ‘mensalão’ numa subcomissão, é para quem não quer verdadeiramente investigar”.
Os líderes partidários têm até 16 horas da próxima segunda-feira (18) para indicar os integrantes da CPI Mista do Mensalão. Caso as bancadas não façam as indicações, o presidente do Senado, Renan Calheiros, anunciou que indicará os integrantes da comissão.



Reportagem - Ana Raquel Macedo e Fabio Pedrosa
Edição - Regina Céli Assumpção


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)