Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

07/08/2017 09:02

Paranaibense é sequestrado, pendurado em árvore e morto com pedradas e golpes

Redação
O corpo de Heddy Flabbyo Alcade, 36, foi encontrado próximo à segunda ponte na estrada dos Coqueiros, em Paranaiba.O corpo de Heddy Flabbyo Alcade, 36, foi encontrado próximo à segunda ponte na estrada dos Coqueiros, em Paranaiba.

 

Quatro homens foram presos pelo assassinato de Heddy Flabbyo Alcade, de 36 anos de idade, assassinado na noite de sábado, 5. Segundo a polícia, os suspeitos seriam Henrique Lopes de Lima, 19, Geovane Henrique Pereira Almeida, 18, Ueder Ferreira Barbosa, 19, e James Henrique Cícero de Oliveira, 40.


No sábado, 5, por volta das 19h, quatro pessoas encapuzadas pegaram Heddy Flabbyo colocando-o dentro de um Pálio branco e desaparecido. Uma testemunha conseguiu anotar a placa do veículo e passou para polícia, que passou a procurar pelos autores.


Neste domingo, 6, por volta das 9h da manhã, os investigadores conseguiram localizar Henrique Lopes que após ser questionado sobre suas atividades das últimas horas não conseguiu explicar e acabou por revelar sua participação no sequestro.


Após isto, a polícia chegou ao segundo autor, Geovane Henrique, que também confessou a participação no sequestro seguido de homicídio. Os dois foram presos e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Paranaíba.


Por volta das 11h, o corpo de Eddy Flabbyo foi localizado em uma mata próximo ao córrego Coqueiros. A vítima foi assassinada com crueldade pelos quatro autores. Estava amarrado, pendurado em uma árvore e foi morta a pauladas, pedradas e chutes.


A polícia passou a fazer buscas aos outros dois autores, Ueder e James. Eles poderiam ter fugido para Aparecida do Taboado e a polícia de lá também passou a trabalhar no caso. No início da noite, conseguiram localizar e prender em Aparecida do Taboado os dois autores que estavam foragidos.


Segundo relatado pelos autores, o crime teria ocorrido por conta de uma dívida que Eddy Flabbyo tinha com James Henrique, que chamou Ueder Ferreira, seu enteado, e que também já possuiu uma rixa com a vítima, para ajudá-lo. Segundo Henrique Lopes e Geovane Henrique, eles teriam sido chamados a participar do crime onde receberiam R$ 3 mil.


Os quatro autores foram presos em flagrante e ficarão à disposição da Justiça.

Matéria de autoria de Márcio Seraguci do Tribuna Livre, COM INFORMAÇÕES DO FACEBOOCK DO SIG DE PARANAÍBA

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Agosto de 2017
Domingo, 20 de Agosto de 2017
10:00
Receita do dia
09:50
Três Lagoas
Sábado, 19 de Agosto de 2017
20:38
Para o fim de semana
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)