Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/03/2011 12:13

Paranaíba: município pode receber Usina Coruripe

Departamento de Comunicação/Prefeitura de Paranaíba
 Prefeito Zé Braquiara acompanhou a reunião com o empresário e produtoresDepartamento de Comunicação Prefeito Zé Braquiara acompanhou a reunião com o empresário e produtoresDepartamento de Comunicação

Com a intenção de conhecer melhor Paranaíba para analisar a possibilidade de instalar uma unidade da Usina Coruripe, o diretor Vítor Montenegro Wanderley Junior, esteve no município na última sexta-feira (18). Após conhecer a zona rural, especialmente os plantios de cana-de-açúcar, e o local onde seria instalada a usina Paranaíba, acompanhado do prefeito José Garcia de Freitas (Zé Braquiara); secretário de Indústria, Comércio, Agronegócios e Turismo, Paulo Henrique Cançado Soares; e alguns produtores; o empresário participou de uma reunião no Sindicato Rural, às 19 horas, com produtores rurais e autoridades.

Foram apresentados dois vídeos sobre a usina e esclarecidas as dúvidas dos participantes da reunião.

A Cururipe, fundada em 1925, no município de Coruripe - AL, é uma empresa familiar, de capital fechado, integrante do Grupo Tércio Wanderley, desde 1941. Tem como atividades a produção de açúcar, álcool e energia, através de suas quatro unidades: a Matriz, com sede em Coruripe - AL, e três filiais localizadas nos municípios de Iturama, Campo Florido e Limeira do Oeste, em Minas Gerais.

Vítor Junior disse que visitou Paranaíba há uns 8 anos, porém, a instalação de uma unidade não foi concretizada, pois a usina Paranaíba já tinha manifestado interesse em iniciar os trabalho no município. “Como, até hoje, ainda nenhuma usina funciona aqui, após percebermos o interesse do prefeito, secretário Paulo Henrique e alguns produtores, resolvemos visitar o município novamente. Estou sendo extremamente bem tratado aqui e agradeço a todos”, falou.

Vítor explicou que, para iniciar os trabalhos, a usina precisa de, no mínimo, dois milhões de toneladas de cana-de-açúcar, por isso, é fundamental o apoio dos produtores rurais, que serão os fornecedores. A Coruripe deve investir em média R$300 milhões, caso construa uma unidade no município.

O secretário de Indústria, Paulo Henrique, falou do processo de desenvolvimento do município. “No ano passado fomos a quarta cidade em geração de empregos no Estado e pretendemos ir mais longe agora. Nosso interesse em ter uma usina de açúcar e álcool é imenso. Vamos nos reunir com o governador, André Puccinelli, e pedir apoio para seja possível a vinda da Coruripe a Paranaíba”, explicou.

“Nós confiamos no trabalho da Coruripe, que é séria e sólida. Vemos possibilidades reais de sua instalação aqui. Agradecemos o apoio e empenho do prefeito e secretário Paulo Henrique”, disse Wilberto Amaral, presidente do Sindicato Rural do município.

“A Câmara Municipal acredita no trabalho da Prefeitura e manifestamos o nosso apoio à vinda da usina”, falou o presidente da Câmara Municipal, vereador José Souto Silva (Zé Carioca).

O prefeito Zé Braquiara acredita que há grandes possibilidades da instalação de uma filial da Coruripe em Paranaíba. “Nossa cidade tem tudo para receber uma usina. Estamos muito interessados e faremos o possível para dar certo”.

Vítor Montenegro Wanderley Junior, após a reunião com o governador, conversará com os outros diretores da usina e, em 20 dias, decidirão se a Coruripe abre ou não uma filial no município.

A vice-prefeita, Leopoldina Gasperini (Dininha); os vereadores Maycol Queiroz Andrade e Maria Eugênia Alves de Assis; o diretor do Dnit, Marcelo Miranda Soares; o presidente da Acip, Gilmar Góis; gerente do Banco do Brasil, Marcos Barbosa; e outras autoridades também participaram da reunião.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)