Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/02/2012 08:30

Paranaíba: investigação sobre atentado está em sigilo

Campo Grande News/ Wendell Reis

A Polícia Civil de Paranaíba colocou em sigilo as investigações sobre a autoria dos disparos contra a casa do prefeito, José Garcia de Freitas, ocorrido na noite de sábado (18). O delegado Eduardo Oliveira Mendes revela que instaurou um inquérito para investigar o caso, mas diz não há testemunhas para o crime.

O delegado afirma que a perícia realizou todos os trabalhos, mas ainda não analisou as câmeras de segurança instaladas nas residências vizinhas. Mendes avalia que um dos caminhos para a investigação é de que o crime seja político, tendo em vista que o País está em ano de troca de prefeitos. Porém, o delegado não descarta que possa ser algum problema particular.

Mendes analisa que não é possível dizer em quanto tempo as investigações serão concluídas, já que podem ocorrer fatos novos. Porém, garante que o Município está tranquilo, apesar da repercussão com o fato.

Segundo a polícia, o atirador fez disparos na porta da residência do prefeito, também conhecido como Zé Braquiara, por volta das 22h30. Porém, ninguém ficou ferido, já que o prefeito e a família tinham saído para o carnaval. Os buracos de bala na porta só foram vistos na manhã do domingo (19).

Na quarta-feira (15) o prefeito sofreu uma tentativa de atropelamento no pátio da prefeitura. O suspeito, Nilton Pires Junior, membro da ONG (Organização Não Governamental) “Avança Paranaíba”, teria entrado no local e jogado o veículo que conduzia contra o chefe do Executivo Municipal.

Em entrevista ao Campo Grande News, o prefeito José Garcia disse que não tomaria providências após o fato e avaliou o ato como covardia. “O cara que faz isso é covarde. Não é homem. É coisa de politiquinho safado que tem em Paranaíba. Neste caso, mandaria prender o deputado. Ele é baixo em tudo”, afirmou o prefeito. Após o atentado, Zé Braquiara afirmou que decidiu se candidatar à reeleição.

O deputado e ex-prefeito de Paranaíba, Diogo Tita, principal adversário político do prefeito, disse que não acredita no atentado sofrido pelo prefeito e compara a história com a do ex-prefeito de Dourados, Ari Artuzi, que teria simulado um atentado. “Não tem sentido. Está querendo usar gesto de bandido para se tornar vítima e subir em pesquisa. Crime impossível. Matar um morto. Sou contra a violência. A quem interessa dar um tiro em um prefeito que não está na casa dele?”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)