Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/11/2011 15:48

Paranaíba: Câmara pode criar CPI para investigar Executivo

Jornal Tribuna Livre On Line

A suspeita de corrupção na Prefeitura de Paranaíba, denunciada pela ONG Avança Paranaíba, e publicada na edição de ontem do jornal Tribuna Livre, está agora sendo investigada pelo Ministério Público Estadual.

Ontem foi publicada a cópia de uma nota fiscal onde João Batista Simões, conhecido como Joãozinho filho do João Globo, teria prestado serviço de “georeferenciamento do Parque Industrial II”. Joãozinho não tem conhecimento do fato e nem formação técnica para realizar tal serviço. O valor da nota é de R$ 6.490,00 e foi emitida em 7 de maio de 2010. Vários outros documentos que colocam a prefeitura em suspeita estão de posse do Ministério Público.

Na sessão da Câmara Municipal da próxima segunda-feira o assunto deverá ser o tema principal. Em conversa com o vereador Damião Martins Ferreira, ontem, logo após a divulgação das denúncias, ele informou que vai propor a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o que realmente está acontecendo. “Eu vou propor o requerimento para abertura de uma CPI devido à gravidade das denúncias publicadas pelo jornal Tribuna Livre e já encaminhadas ao Ministério Público. Cabe neste momento uma tomada de posição firme do Poder Legislativo para também fazer a sua parte, constitucional, ou seja, fiscalizar o Executivo”, afirmou Damião.

O vereador informou que para a abertura da CPI há a necessidade de três assinaturas e para a aprovação do requerimento para a instalação da CPI precisa de cinco votos. “Eu acredito que cada vereador com o espírito público deverá cumprir o seu papel em respeito à sociedade e aprovar a CPI”, concluiu Damião.

A pedido do Ministério Público, para não atrapalhar as investigações, outros documentos suspeitos de irregularidades ainda não serão divulgados, por enquanto. Já, nesta terça-feira, o Ministério Público ouviu testemunhas e começou a investigar o caso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)