Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/06/2006 11:20

Parada GLBT de São Paulo reúne hoje 22 trios elétricos

Paulo Montoia/ABr

Com o tema "Homofobia é Crime – Direitos Sexuais são Direitos Humanos", acontece hoje (17), em São paulo, a 10ª Parada GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros), mais conhecida como Parada Gay.

O ponto de partida é a avenida Paulista, região central da cidade, onde 22 trios elétricos se encontram para percorrê-la em direção à rua da Consolação. De lá, os participantes seguem para a Praça roosevelt, no centro, destino final da parada.

A festa começa às 14 horas, com a execução do Hino Nacional e pronunciamentos de autoridades e convidados. O Secretário Especial dos Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, e o Secretário da Identidade e da Diversidade Cultural, Sérgio Mamberti (que representará o ministro da Cultura, Gilberto Gil) já confirmaram presença. A deputada federal Iara Bernardi (PT-SP) também deve participar. Ela é autora do projeto de lei 5003/2001, em trâmite no Congresso Nacional, que define a homofobia como crime.

A expectativa é que a parada manterá o recorde de público de 2005, quando o evento reunir de 2,5 milhões de pessoas (segundo os organizadores) e de 1,9 milhão (de acordo com a Polícia Militar). A principal razão para que o público não seja superior ao do ano passado é que a parada será realizada no sábado, e não no domingo, como tradicionalmente acontece. Segundo a assessoria de imprensa da organização, a mudança de dia foi por causa do jogo da seleção brasileira no domingo. O número deve ser o mesmo, de acordo com os organizadores, porque sábado muitos trabalham e não poderão comparecer, os organizadores.

A 10ª Parada GLBT tem o apoio do Ministério da Saúde, do programa Atenção de Saúde Básica da Mulher, da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República e das três instâncias de Programa Nacional DST-Aids (federal, estadual e municipal).

Entre os patrocinadores dos trios elétricos estão entidades como a Associação Vida Esperança, de São Vicente (SP); a ABCDS (organização não-governamental de defesa da comunidade GLBT do ABC paulista); a Associação de Mulheres que Amam Mulheres; e o Movimento Gay de Minas Gerais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)