Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/03/2010 19:39

Para pesquisadores, cura do câncer pode vir da mandioca

Campo Grande News/ Paulo Fernandes

Pesquisadores da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) descobriram que uma substância da mandioca, a linamarina, poderá ser usada no tratamento e o caminho para a cura do câncer. Ela está presente em toda a planta da mandioca, das folhas à raiz.

O futuro medicamento, que em uma previsão otimista pode estar pronto em três anos, promete ser mais eficiente e de custo muito inferior. “Será um tipo de quimioterapia menos agressiva”, prevê a professora doutora da UCDB, Marney Pascoli Cereda, que orientou a pesquisa.

Este é o resultado esperado da pesquisa que começou na década de 80 em São Paulo e que na UCDB virou uma dissertação feita sob sigilo pelo mestrando do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da UCDB, Rondon Tosta Ramalho.

A divulgação da resultado da pesquisa, feita hoje na Lagoa da Cruz, uma fazenda escola da UCDB, em Campo Grande, tem o objetivo de chamar a atenção de grandes laboratórios para a pesquisa, que teve o resultado patenteado pela universidade.

Tumor líquido retirado de camundongos foi combatido com sucesso pela acetona cianidrina, um metabólico da liminarina, nas pesquisas in vitro. O tumor foi injetado na barriga de camundongos, e depois de nove dias retirado, para o teste in vitro. Os camundongos, em seguida, são sacrificados.

A substância matou por asfixia 100% das células cancerígenas. Já a morte de células sadias foi considerada “baixíssima”, segundo Marney. Isto porque a acetona cianidrina consegue distinguir as células cancerígenas entre as saudáveis para agir somente nas células doentes.

Com a ajuda de um microscópio e graças a aplicação de um corante, é possível verificar quais morreram (elas ficam da cor marrom) e quais continuam vivas (verde).

A vantagem em relação a outros estudos feitos pelo mundo é que neste não há o uso de agentes geneticamente modificados, que acabam restringindo o princípio ativo.

No Reino Unido e na Espanha, pesquisadores desenvolveram testes em cobaias por meio da utilização da linamarina extraída da mandioca e da linamarase excretada por células tumorais modificadas geneticamente.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)